Empreendedorismo

Coronel Sanders: 3 lições de sucesso do KFC

Muitos empreendedores encontram diversas dificuldades em sua jornada. Por conta disso é a persistência que separará o fracasso do sucesso. A história do...

Escrito por Rafael Carvalho · 5 min leitura >

Você certamente já ouviu aquela máxima: “nunca é tarde para começar”. Pois é, o Coronel Harland Sanders, do Kentucky, nos Estados Unidos, levou o ditado a sério.

Conhecido como uma das maiores histórias de persistência e sucesso, esse cara tem muito a nos ensinar sobre empreender.

Dá uma olhada nessa super trajetória, e confira 3 lições que você pode não só para os negócios, mas para a vida!

Quem foi Coronel Sanders?

A história de sucesso de Coronel Sanders no empreendedorismo começou aos 65 anos de idade, assim que se aposentou.

Harland David Sanders, o Coronel Sanders, nasceu em 9 de setembro de 1890 em uma estrada secundária três milhas (4,8 km) a leste de Henryville, Indiana.

Além disso, é preciso dizer que a infância de Sanders foi difícil. Primeiro, ele não era o único filho da família, que não era muito rica. Ele era o mais velho dos três filhos de Wilbur David e Margaret Ann Sanders.

Seu pai trabalhava meio período, fazendo algumas tarefas para fazendeiros em Henryville. A mãe não trabalhava, pois tinha que cuidar dos filhos.

Os problemas começaram quando o pai de Harland Sanders morreu repentinamente. Em 1895, numa tarde de verão, voltou para casa com febre e morreu naquele mesmo dia. Isso ocorreu quando o futuro fundador do KFC tinha apenas 6 anos.

A partir disso sua vida mudou dramaticamente. Primeiro, sua mãe foi trabalhar em uma fábrica de conservas de tomate para alimentar a família de alguma forma. E Harland Sanders precisava ser babá e cuidar do irmão e da irmã mais novos em casa.

Esse fato foi a chave de sua vida. Como esses fatores contribuíram para o desenvolvimento de Sanders como chef, todos os parentes começaram a perceber que o menino era um verdadeiro talento neste quesito.

Por que Sanders tinha o nome de coronel?

Não, ele não tinha nenhuma ligação militar real ou patente de coronel.

Na verdade, Sanders adotou o título honorário de “Coronel” como parte de uma estratégia de marketing, e como era uma tradição sulista comum na região onde ele começou a vender seu frango frito, o nome pegou.

Nos estados do Sul, era e ainda é comum que as pessoas se refiram a outras com títulos honorários, como “Sr.” ou “Sra.”, e “Coronel” é um desses títulos usados de forma respeitosa.

Sendo assim, Harland Sanders, que era natural do Kentucky e estava operando seu negócio de frango frito na região, adotou o título de “Coronel” como parte da tradição local para criar uma imagem de familiaridade e autenticidade para sua marca.

Com quantos anos Coronel Sanders ficou rico?

Coronel Sanders se tornou rico mais tarde em sua vida, depois de muitas tentativas e dificuldades ao longo de sua carreira.

Depois de aposentado, ele começou a vender seu frango frito em um restaurante de estrada em Corbin, Kentucky, na década de 1930, mas não obteve sucesso imediato.

Então, foi somente na década de 1950, depois dos 60 anos, quando ele começou a franquear sua receita de frango e abrir restaurantes KFC em todo os Estados Unidos, que sua fortuna começou a crescer.

Dessa forma, o sucesso da franquia KFC permitiu que ele acumulasse sua riqueza, se tornando um empresário de sucesso.

Por que o KFC tem esse nome?

O KFC é uma abreviação de Kentucky Fried Chicken. O nome foi escolhido porque a empresa foi fundada no estado de Kentucky, nos Estados Unidos.

Além disso, “Fried Chicken” significa “frango frito” em inglês, e a receita de frango frito do Coronel Sanders era o carro-chefe do restaurante na década de 1930.

Por isso, o nome KFC reflete a origem do restaurante e seu prato mais famoso, o frango frito, que se tornou a especialidade da casa.

Ainda na década de 90, a empresa decidiu usar essa abreviação como seu nome comercial para destacar sua herança e seu produto principal, que é o frango frito com a receita secreta, o que ajudou a facilitar a transformação do negócio em franquia.

Quem é o atual dono do KFC?

Atualmente, o KFC faz parte da Yum! Brands, uma grande empresa de restaurantes que também é dona de outras marcas populares, como a Pizza Hut e a Taco Bell.

Portanto, não tem um único proprietário, mas faz parte da rede de restaurantes da Yum! Marcas.

Empreendedorismo por necessidade

Depois de ter seu restaurante fechado em função da construção de uma estrada que passaria pelo local, Sanders resolveu se aposentar.

Porém, o benefício de 105 dólares mensais o deixou inconformado. Foi aí que o coronel resolveu, então, arregaçar as mangas. O ano era 1930, logo após a crise econômica que ficou conhecida como A Grande Depressão.

Foi uma época marcada pela falência de muitas empresas que não imaginavam sequer a possibilidade de crise em um mercado até então tão próspero.

Exemplo de persistência

Após reflexão, ele concluiu que pode vender sua receita para outros restaurantes. Sem nada a perder, Sanders pegou seus temperos e sua panela de pressão e viajou pelos Estados Unidos em seu Ford 1946. Ele começou a visitar outros restaurantes na América. 

Ao conhecer um potencial franqueado, ele falou sobre a receita de cozimento do frango e seus temperos. Demorou muito até que ele pudesse encontrar o primeiro cliente. Pelo contrato, Sanders recebeu apenas 5 centavos para cada um de seus frangos vendidos. 

Nada mal, considerando que o volume de pedidos cresceu continuamente. Desnecessário dizer que no início dos anos 60, o Coronel Sanders tinha algumas centenas de franqueados nos restaurantes dos Estados Unidos.

Assim como muitos empreendedores em busca de tirar uma ideia do papel, Coronel Sanders também ouviu alguns “nãos”. 

Ou melhor, ele recebeu ao todo 1.009 nãos durante os dois anos que passou dirigindo e dormindo em seu próprio carro pelas estradas americanas, indo de restaurante em restaurante na tentativa de vender a ideia de sua franquia de frango frito.

A persistência do Coronel Sanders foi realmente extraordinária. Mesmo com tantas negativas, ele não deixou de confiar no potencial e na qualidade que tinha a oferecer. O esforço de Sanders valeu a pena.

Depois de meses viajando, ele finalmente conseguiu vender sua receita de frango frito a um restaurante de beira de estrada. Nascia em 1952 a Kentucky Fried Chicken (KFC), que veio a ser uma das maiores redes de fast food do mundo.

Frango bilionário

Em 1964, a rede do Coronel Sanders já continha mais de 600 restaurantes! Hoje, são mais de 5 mil estabelecimentos espalhados por 120 países, 12 milhões de clientes por dia e cerca de 1 bilhão de pedaços de frango servidos por ano.

Em 1980, aos 90 anos, Harland Sanders morreu. Nos últimos anos, ele estava viajando, jogando golfe e administrando seu próprio restaurante Claudia Sanders ‘Dinner House com sua esposa. 

Ele ficou desapontado com a KFC porque pensava que, na busca pelo menor preço e velocidade – os proprietários chegaram a um acordo sobre a qualidade dos frangos. Porém, após a morte do Coronel, a história não acabou.

Em 1986, foi adquirido pela famosa Pepsi Co. Em 2002, o KFC foi adquirido pela Yum! Marcas. Além da KFC, a empresa possui os restaurantes Pizza Hut e Taco Bell. David C. Novak é o atual presidente e CEO da Yum! Marcas.

A rede de mais de 39.000 restaurantes opera em mais de 50 países ao redor do mundo. Yum! As marcas preferem usar a estratégia de co-branding. 

Existem muitas variedades de alimentos, como frango frito, hambúrguer de frango (sanduíches de frango, EUA), wraps, batatas fritas, refrigerantes, saladas, sobremesas, café da manhã, etc.

Já pensou se ele tivesse declarado fracasso no primeiro “não” que recebeu?

3 lições para aprender com o Coronel Sanders

E depois de toda essa história, o que você pode aprender com o Coronel? Dá uma olhada nessas 3 lições:

  • A sua primeira escolha não define toda a jornada: Sanders já havia sido advogado, mas migrou de carreira e foi aí que se encontrou de verdade;
  • Nunca é tarde para sonhar: podem dizer que você está velho, já tentou demais ou que já “passou da hora”. Mas quem define quando o seu sucesso vai chegar é você mesmo;
  • “Até as uvas passam” rsrsrs: brincadeiras à parte, o Coronel Sanders enfrentou uma das maiores crises da história, a Grande Depressão. E sobreviveu, mas sem desistir.

Essa é uma das muitas histórias de sucesso que podem ser verdadeiros guias para quem está começando a empreender.

Mas aqui vai a minha dica: se você quer sucesso, precisa estar entre pessoas que almejam este mesmo sonho. E a Mentoria Imparáveis é o lugar ideal.

Ela foi planejada para que você alcance o máximo desempenho tanto na sua vida pessoal quanto nos negócios. E é como eu já deixei bem claro: aqui, os acomodados não são bem-vindos.

Você vai ter acesso a todos estes pontos aqui:

  • Grupo exclusivo do WhatsApp;
  • Encontros ao vivo;
  • Área de membros exclusiva;
  • Conteúdos gravados.

E tudo isso pelo valor de R$ 0,00. Pois é, grátis.

Na dúvida se é para você? Olha o que o Riga Peres, que participa do grupo, tem a dizer:

É a sua oportunidade de sair da zona de conforto. Clica aqui e participe da mentoria.

Escrito por Rafael Carvalho
Rafael Carvalho atua no mercado de marketing digital, educação online e infoprodutos desde 2011. Autor best-seller do livro Paixão S.A., ele também foi vencedor do prêmio Empreendedor de Sucesso, da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios. → Siga-me no Instagram @eu.rafaelcarvalho. Profile

Deixe seu comentário:

plugins premium WordPress