Empreendedorismo, Gestão

O que é CMV e como calculá-lo?

Descubra qual é o custo de mercadoria vendida e como calcular de forma eficiente. Entenda como esse cálculo pode influenciar nos lucros...

Escrito por Rafael Carvalho · 3 min leitura >
cmv

Se você está buscando melhorar a gestão da sua empresa e entender o custo de mercadoria vendida, está no lugar certo. Neste artigo, vamos abordar o que é o CMV, como calculá-lo e por que é importante para o seu negócio.

Vamos começar?

O que é o CMV (custo de mercadoria vendida)?

O CMV, ou custo de mercadoria vendida, é um indicador financeiro que representa o valor dos produtos vendidos pela empresa durante um determinado período.

Ele engloba os custos diretos relacionados à produção ou aquisição das mercadorias vendidas.

Basicamente, o CMV é o custo dos insumos utilizados para a produção dos produtos vendidos ou o custo de compra desses produtos quando adquiridos de fornecedores.

Calculá-lo corretamente é fundamental para a saúde financeira da sua empresa, pois esse indicador permite avaliar o desempenho operacional, controlar custos, definir preços de venda e identificar possíveis oportunidades de redução de despesas.

A importância do CMV na gestão empresarial

O CMV é uma das principais métricas utilizadas na gestão empresarial, especialmente no varejo e na indústria, pois está diretamente relacionado aos resultados financeiros do negócio.

Conhecer o custo de mercadoria vendida permite analisar a margem de lucro bruto, entender se o preço de venda está adequado, identificar produtos com maior rentabilidade e tomar decisões estratégicas para reduzir despesas e otimizar os processos produtivos.

Além disso, acompanhar esse custo de forma constante possibilita uma visão mais assertiva sobre a rentabilidade da empresa, ajudando na tomada de decisões estratégicas e na identificação de oportunidades de melhorias.

Como calcular o CMV?

O cálculo do CMV pode variar de acordo com o tipo de negócio e o modelo de gestão utilizado. No entanto, a fórmula básica para calculá-lo é a seguinte:

CMV = Estoque Inicial + Compras – Estoque Final

Ou seja, ele é a soma do estoque inicial com as compras realizadas, subtraindo-se o valor do estoque final.

Essa fórmula considera o valor total das mercadorias adquiridas e vendidas durante o período analisado.

É importante destacar que o estoque inicial corresponde ao valor das mercadorias em estoque no início do período, as compras são o valor total das mercadorias adquiridas e o estoque final representa o valor das mercadorias que ainda estão em estoque ao final do período.

Práticas para reduzir o custo de mercadoria vendida

Reduzir o custo de mercadoria vendida é uma prática comum entre os empreendedores que desejam maximizar a rentabilidade do negócio. Veja algumas estratégias que podem ser adotadas:

  • Buscar fornecedores com preços mais competitivos;
  • Negociar prazos e condições de pagamento com fornecedores;
  • Otimizar o processo de compras, evitando desperdícios e comprando apenas o necessário;
  • Melhorar os processos produtivos para reduzir o tempo de produção e o desperdício de matéria-prima;
  • Acompanhar constantemente o estoque para evitar perdas e obsolescência;

Exemplo prático de cálculo de CMV

Vamos supor que você seja dono de uma loja de roupas e queira calcular o CMV do mês de janeiro.

No início do mês, seu estoque de mercadorias valia R$ 50.000,00. Durante o mês, você realizou compras no valor de R$ 30.000,00 e, ao final do mês, seu estoque de mercadorias era de R$ 40.000,00.

Utilizando a fórmula, temos:

Estoque InicialComprasEstoque Final
R$ 50.000,00+ R$ 30.000,00– R$ 40.000,00

Agora, basta somar os valores:

CMV = R$ 50.000,00 + R$ 30.000,00 – R$ 40.000,00 = R$ 40.000,00

Portanto, o CMV do mês de janeiro foi de R$ 40.000,00. Esse valor representa o custo das mercadorias vendidas durante o período.

Perguntas frequentes sobre CMV

Qual é a diferença entre CMV e lucro bruto?

O CMV é o custo das mercadorias vendidas, enquanto o lucro bruto é a diferença entre as receitas de vendas e o CMV. O lucro bruto representa o valor que sobra das vendas após a dedução do custo das mercadorias vendidas.

Como o CMV influencia no preço de venda?

Ele é um dos fatores que deve ser considerado na definição do preço de venda.

Um custo de mercadorias vendidas alto pode exigir que o preço de venda seja maior para manter a margem de lucro desejada.

Por outro lado, um CMV baixo permite fixar um preço de venda mais competitivo.

O CMV é o mesmo que o custo de produção?

O CMV pode englobar tanto o custo de produção quanto o custo de aquisição das mercadorias para revenda. Depende do modelo de negócio e do tipo de indústria em questão.

Conclusão

O CMV é um indicador essencial para a gestão financeira de qualquer empresa. Saber controlar e analisar esse custo ajuda a tomar decisões mais assertivas sobre preços, margens de lucro e estratégias de redução de custos.

Agora que você sabe o que é o CMV e como calculá-lo, coloque essas informações em prática e acompanhe de perto a saúde financeira do seu negócio.

Se você está em busca de crescimento em sua vida e nos seus negócios, conheça a Mentoria Imparáveis. Com ela, você vai adquirir conhecimentos e habilidades para se tornar um empreendedor de sucesso.

Clique aqui para saber mais.

Escrito por Rafael Carvalho
Rafael Carvalho atua no mercado de marketing digital, educação online e infoprodutos desde 2011. Autor best-seller do livro Paixão S.A., ele também foi vencedor do prêmio Empreendedor de Sucesso, da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios. → Siga-me no Instagram @eu.rafaelcarvalho. Profile

Deixe seu comentário:

plugins premium WordPress