Profissões do futuro para ganhar dinheiro como renda extra

  • Autor do post:
  • Última modificação do post:29 de abril de 2023
  • Comentários do post:3 Comentários
  • Tempo de leitura:12 minutos de leitura

A evolução tecnológica, a mudança na economia e a transformação da sociedade estão criando novas oportunidades e necessidades no mercado. Então já existem diversas profissões que podem ser iniciadas como um negócio paralelo.

Nesse artigo, vou listar algumas das profissões do futuro e explicar a importância delas para a nova economia.

Quer saber mais sobre esse assunto? Então continue a leitura!

7 profissões do futuro para lhe inspirar

Além de atender as transformações sociais e econômicas, as profissões do futuro oferecem novas oportunidades e são fonte de renda para quem necessita de uma renda extra ou deseja realizar uma transição de carreira. 

Um detalhe importante sobre essas profissões do futuro é que todas elas têm uma característica em comum: podem ser iniciadas no formato de projeto paralelo. Você pode optar por fazer uma renda extra ou realizar uma transição de carreira de maneira mais segura e planejada. 

Inclusive, algumas pesquisas já destacaram as profissões que estarão em alta em 2023.

E se você quer saber quais são algumas das profissões que já estão bombando — e ainda vão crescer mais—, se liga na lista que eu preparei.

1. Influencer

A profissão de influencer é uma carreira em ascensão e que envolve a promoção de produtos, marcas e ideias através de mídias sociais. 

Ao trabalhar com marcas, os influencers podem ganhar dinheiro através de:

  • Patrocínios;
  • Anúncios;
  • Campanhas publicitárias. 

Alguns influencers também podem desenvolver sua própria linha de produtos, como roupas, maquiagem ou acessórios.

2. Redator

Os redatores digitais precisam ter habilidades de escrita claras e concisas, além de conhecimento dos assuntos que estão escrevendo. 

A profissão de redator digital envolve escrever conteúdo para a web, incluindo:

  • Artigos de blog;
  • Descrições de produtos;
  • Anúncios;
  • E-mails de marketing e outros tipos de conteúdo digital. 

Dá para começar a ser redator a partir dos famosos freelas de conteúdo. A Júlia do SEO fez uma pesquisa recentemente, e descobriu que o salário de um predador especialista em SEO poderia variar de R$1.729 até mais de R$5 mil.

3. Designer de conteúdo

A profissão de designer de conteúdo é uma oportunidade entre as profissões do futuro para aqueles que têm habilidades criativas, conhecimento de design e paixão por contar histórias de forma atrativa e informativa. 

Com o aumento da necessidade de conteúdo visual de alta qualidade, esta carreira está em alta demanda e oferece muitas oportunidades para crescimento e desenvolvimento profissional. Segundo o Glassdor, a média salarial é de R$ 5.282. 

Os designers de conteúdo precisam ter habilidades criativas, conhecimento de design gráfico e habilidades técnicas, como conhecimento de software de design, como:

  • Adobe Illustrator;
  • InDesign;
  • Figma;
  • Canva.

Da mesma forma que os retadores, os designers podem iniciar pegando alguns freelas até que uma boa carteira de clientes seja formada.

4. Professor online 

A profissão de professor online é uma forma de ensino que permite a especialistas lecionarem a partir de qualquer lugar do mundo, usando plataformas digitais.

Os professores online podem ensinar de tudo, desenvolvendo cursos que envolvem seus hobbies, desde línguas estrangeiras até matérias escolares ou mesmo habilidades específicas, como:

  • Empreendedorismo;
  • Marketing digital;
  • Instrumentos musicais.

Tá, mas precisa ter uma formação para ser professor online? Não necessariamente.

Tudo depende do que você vai ensinar. Conteúdos mais técnicos podem exigir alguma formação. Mas se você tem um conhecimento, por mais básico que seja, e pode vender de alguma forma, então você pode, sim, ser um professor.

Quer ver um exemplo?

Você sabe organizar muito bem? Vende um ebook de organização de ambientes. Sabe reformar móveis? Faz um curso online. Tudo parte daquilo que você sabe, gosta e tem prazer em ensinar.

5. Consultor de imagem

A profissão de consultor de imagem é uma carreira que se concentra em ajudar as pessoas a desenvolver e manter uma imagem pessoal positiva.

Mas onde esse profissional se encaixa nas necessidades do mercado?

Para agora para pensar: quantas vezes você já não viu uma mesma pessoa mudar o posicionamento da sua conta no Instagram? Quantos profissionais mandam super bem na parte técnica, mas não sabem “vender seu peixe”?

Os profissionais andam cada vez mais preocupado com a imagem que desejam passar. E antes que você pense que isso é “coisa de mulher”, pode acabar com essa visão preconceituosa!

Todas as pessoas estão preocupadas com a imagem que passam. 

Por quê? Imagem vende. Ponto. 

6. Coach

A profissão de coach é uma atividade que tem como objetivo ajudar as pessoas a alcançarem seus objetivos pessoais e profissionais. 

O trabalho de um coach é orientar e motivar indivíduos ou equipes para que eles possam atingir suas metas.

O coach pode trabalhar com diferentes áreas, como:

  • Desenvolvimento pessoal;
  • Carreira;
  • Liderança;
  • Gestão de equipes.

Mas cuidado: para ser coach, você precisa mostrar resultados na sua vida e na das outras pessoas. Caso contrário, você pode ser taxado como um picareta.

7. Social media

O trabalho de um Social Media inclui a criação de conteúdo atraente e relevante para as plataformas sociais.

Esses profissionais do futuro também realizam o acompanhamento de métricas para avaliar o sucesso das estratégias de marketing e interação com seguidores.

Para se tornar um profissional de Social Media, é necessário ter habilidades como:

  • Comunicação escrita;
  • Conhecimento sobre marketing digital;
  • Criatividade e capacidade de pensar estrategicamente.

8. Especialista em tráfego pago

Pare para pensar: se tem um setor que nunca para em nenhuma empresa, é o de vendas. Por isso, sempre vai existir mercado para os profissionais que sabem onde e como impulsionar e melhorar as vendas.

E esse é o gestor de tráfego pago.

Ele é o cara que vai ajudar a empresa a definir os melhores caminhos de vendas no digital. E se você parar para pesquisar, já tem muita gente ganhando uma boa grana com isso.

Quer saber mais sobre esta área? Primeiro, dá uma olhada nesse artigo: Tráfego pago ou orgânico: qual o melhor para investir?

Como começar a trabalhar com essas profissões?

O primeiro ponto é entender que todas essas profissões partem de um ponto em comum: as pessoas precisam saber e, principalmente, gostar dessa área.

Então não adianta querer ser um redator se você não gosta de ler e estudar, ou ser um coach só porque você leu um único livro de carreira e acha que já aprendeu tudo o que precisa saber.

Então aqui vão algumas dicas:

  1. Identifique o que você gosta de fazer;
  2. Analise onde os seus interesses podem se encaixar em uma dessas profissões;
  3. Compare o que você já sabe com o ainda precisaria aprender para iniciar o seu negócio;
  4. Verifique como você pode monetizar esse conhecimento.

Agora, você quer descobrir como dar o primeiro passo rumo ao seu futuro profissional no mercado que mais cresce no mundo?

Conheça a HeroSpark, a plataforma completa que vai lhe ajudar a realizar sua primeira venda no mercado digital.  Com ela você garante a acesso a soluções, como:

  • Hospedagem gratuita em página de vendas de alta conversão;
  • Disparo ilimitado de e-mail marketing;
  • Aprovação automática do seu infoproduto na plataforma;
  • Funil de vendas automatizado;
  • Suporte integrado à plataforma.

Então não espere mais! Cadastre-se agora na HeroSpark e dê seu primeiro passo rumo ao futuro profissional. 

Rafael Carvalho

Rafael Carvalho é empreendedor digital há mais de 20 anos e desenvolveu dezenas de negócios na internet. É criador de diversos treinamentos online, com destaque para o método Lançamento Enxuto e a Mentoria Imparáveis, que são considerados os melhores treinamentos para quem deseja possuir um negócio lucrativo, honesto e saudável na internet.

Deixe seu comentário:

Este post tem 3 comentários