Empreendedorismo, Startups

Como usar a criatividade para validar modelo de negócios

Use a criatividade para validar seu modelo de negócios Ao validar sua ideia de negócios, você deve construir uma estratégia planejada e tentar...

· 2 min leitura >
Como usar a criatividade para validar modelo de negócios

Um dos requisitos para tirar uma ideia do papel é, sem dúvida, a criatividade. Ainda mais quando o assunto é o modelo de negócio. Junto a esse aspecto, o empreendedor precisa encontrar a proposta de valor para seus produtos e serviços.

Com o objetivo de ajudar você a usar estratégias para validar o modelo de seu negócio, preparei este post. Confira!

Elementos criativos para serem usados em sua empresa

Ao validar sua ideia de negócios, você pode tentar construir uma estratégia planejada. Pode até mesmo tentar transformar o mercado com algum pensamento criativo. E como toda ideia arrojada, ela pode ocorrer de forma acidental ou deliberada. Assim, você pode começar a escrever todo e qualquer atributo que seus clientes em potencial valorizam. Acrescente ainda utilizar uma ferramenta que leve a uma pesquisa mais sistemática.

Uma técnica interessante para observar os pontos em que o cliente perceba valor, é a chamada TERMS. Esse termo em inglês significa time, emotion, risk, money e situation. Eles mostram como essas 5 pontas estão por trás da criação de modelos de negócio inovadores. Veja abaixo a descrição destes tópicos e use para auxiliar a validação de seu empreendimento. Para cada um deles, deixe a imaginação rolar e registre as possibilidades que lhe ocorrerem.

Tempo

O tempo tem a ver, por exemplo, com a decisão de compra de alimentos em relação aos horários do dia. O período de espera na fila e para apreciar uma refeição são fatores que poderiam afetar o valor que o cliente confere ao serviço de um restaurante. Há outras amostras de medidas relacionadas ao uso de:

  • tempo de compra;
  • prazo de entrega;
  • velocidade;
  • cuidado;
  • durabilidade;
  • repetição;
  • manutenção;
  • história;
  • futuro;
  • perfil de adoção. 

Emoção

Ainda tomando como exemplo o ramo de alimentação, podemos citar os diversos gastos. Entre as despesas de um restaurante, há o design de interiores, a decoração e a disposição de mesas. Tudo para criar uma experiência original para os clientes.

Outros fatores que se relacionam ao valor estão em relação:

  • a poder;
  • realização;
  • pertencimento;
  • aceitação;
  • autorrealização;
  • autoestima;
  • afeto;
  • liberdade;
  • rivalidade;
  • nível de envolvimento;
  • confiança;
  • moda.

Risco

Afeta o valor ao se relacionarem com o desempenho do produto, garantia, mudanças externas ou internas. Incluem também a questões legais, consequências de falhas e riscos à saúde. 

Por exemplo: ao comprar uma refeição de um vendedor ambulante o cliente observaria uma série de fatores, como de higiene. Dessa forma, o comprador pode avaliar qualquer possível exposição a perigos.

Dinheiro

Fator mais perceptível está relacionado ao preço absoluto de compra em relação à renda e ao cobrado pelo concorrente. Também se relaciona a outros fatores de valor, como à emoção e situação. Por exemplo: pode ser que o cliente esteja disposto a pagar preços diferentes, de acordo com a finalidade do uso daquele produto ou serviço.

Voltando ao exemplo do restaurante, pode ser que ele preferisse um sanduíche na hora do almoço no trabalho. Já para o final de semana, não dispensasse o local, mesmo pagando 10 vezes mais, caso se tratasse de uma refeição com os amigos.

Situação

Fatores relacionados à situação e que afetam o valor para o cliente vão desde o padrão técnico à existência de especificação prévia ou contrato e localização do fornecedor em questão. Por exemplo, programas de fidelidade para compras repetidas podem influenciar um cliente para voltar ao mesmo restaurante em ocasiões regulares.

Como você pôde perceber, os fatores mencionados no texto podem levar a um modelo de negócios e a uma série de direções. Pense fora da caixa na hora de construir e validar seu modelo de negócios. Baseia-se em cada um desses fatores e escolha o que achar mais interessante para você!

Agora quero saber como você usa a criatividade para validar o modelo de negócio da sua startup. Deixe sua contribuição nos comentários abaixo. Até a próxima!

Deixe seu comentário: