Empreendedorismo

Empreendedorismo com tempero brasileiro

O Brasil é considerado o país do empreendedorismo, uma marca de milhões de brasileiros trilham esse caminho. O cenário pode ser de dificuldades...

Escrito por Rafael Carvalho · 3 min leitura >
Empreendedorismo com tempero brasileiro

Começar um empreendimento não é tarefa das mais simples. Além da necessidade de lidar com diversas questões burocráticas e financeiras, serão exigidos do empreendedor vários ingredientes, como empenho, paixão e uma quantia generosa de ousadia.

Para iniciar uma startup então, a dose desses componentes deve ser ainda maior, tudo isso temperado com muita criatividade, uma vez que a natureza desses empreendimentos é diferente da tradicional.

O empreendedorismo tem estado bastante presente na vida dos brasileiros, os trabalhos convencionais estão dando espaço para esse novo cenário.

Os motivos que levam alguém a empreender são diversos. Podemos citar a necessidade de independência financeira, muitos gostariam de serem seus próprios patrões, possuírem autonomia e liberdade. Outra questão também seria o interesse em colocar em prática os conhecimentos adquiridos, é muito comum pessoas exercerem atividades diversas à sua formação ou seus conhecimentos, por isso, o empreendedorismo tem sido uma saída para sanar esse problema.

Além disso, algumas pessoas possuem economias e preferem utilizá-las com consciência e sabedoria, para isso, o empreendedorismo é a alternativa avistada.

Também os baixos salários são motivos para empreender. Pessoas desejam maximizar ganhos e utilizam do empreendedorismo para isso.

Para começo de conversa, o modelo de negócios de uma startup deve ser inovador, precisa também possuir um grande potencial de crescimento, e finalmente, deve ser escalável, ou seja, permitir que haja um crescimento nas operações do negócio, sem que isso comprometa sua capacidade rentável.

O ecossistema brasileiro para esses empreendimentos vem melhorando nos últimos anos, com o aumento no número de consumidores em potencial e o maior acesso à tecnologia entre eles.

No entanto, nosso cenário ainda tem muito o que melhorar. Processos da atividade empresarial continuam muito burocráticos, faltam mais ações que apoiem a criação de novas empresas e o empreendedorismo ainda não é visto como opção ao emprego estável.

Para que se formem bons ecossistemas por aqui é necessária uma evolução efetiva nesses pontos e também avanços maiores na formação de uma rede colaborativa de excelência, na qual devem estar ainda mais próximos empreendedores, investidores, instituições de ensino, poder público e as mais variadas entidades que possam agregar à prática.

Quem deseja empreender com uma startup hoje deve estar pronto para os processos do dia-a-dia, como captação de clientes e planejamento de seu modelo de negócios, além de investir de forma equilibrada em produto e gestão – pouco serve um produto bem desenvolvido com um modelo de negócios fraco e a recíproca também é verdadeira.

É necessário também aprimorar seus conhecimentos em línguas estrangeiras – inglês já é obrigatório! – para não perder investidores internacionais.

Algumas atitudes podem aumentar sua produtividade e auxiliar no ambiente de criação, como: terceirizar as tarefas que não estão ligadas à sua especialidade, trabalhar focado sem interrupções ou distrações, não marcar para depois o que puder ser feito naquele exato momento, otimizar o tempo de suas reuniões, focando no assunto abordado, para que elas durem apenas o necessário, e por último, praticar networking, pois conhecer pessoas de áreas afins é importantíssimo para quem está começando a empreender.

No geral, não existem fórmulas prontas para o sucesso de uma startup, afinal, inovação é um princípio básico de sua existência.

O ecossistema em que ela for desenvolvida será fundamental para seu desenvolvimento, mas lembre-se que apenas você e sua equipe podem transformá-lo no ambiente ideal. Se você acredita que tem potencial, prepare-se para arregaçar as mangas e trabalhar muito, pois só assim vai conseguir tirar suas ideias do papel!

Diante do novo cenário, as plataformas digitais estão sendo muito mais exploradas. Os números refletem essa realidade, houve um aumento em torno de 38% na quantidade de negócios online.

Vou falar agora sobre algumas tendências e áreas que podem ser fortemente exploradas diante dessa realidade.

O trabalho remoto / Home office

Este ano foi marcado por essa forma de trabalho. Em verdade, já existiam empresas e alguns trabalhos que funcionavam dessa forma, entretanto, os ocorridos durante esse ano aumentaram e fortalecerem esse tipo de trabalho, que já está regulamentado desde 2017.

Foi possível experienciar por diferentes negócios esse tipo de trabalho e ele pode ser adaptado e inserido na realidade das empresas.

Networking e Coworking

Uma partilha de ideias e parcerias de criações e trabalhos podem fortalecer um negócio pois facilitam o empreendedorismo. A partir dessa premissa, cria-se uma verdadeira rede benéfica de contatos.

O trabalho com nichos de mercado

Não se pode negar que vivemos num ambiente mutável e competitivo, entretanto, apostar em nichos, principalmente alinhados a realidades atuais pode ser uma tendência de mercado.

Trabalho com novos modelos

O mundo está se digitalizando e mudando rapidamente, as coisas tendem a ser tornar obsoletas com maior rapidez, o que não acontecia anos atrás.

Explorar novos modelos de negócios são saídas inteligentes para se manter no mercado. Em muitos casos temos uma redução em logística, recursos humanos, etc.

Um exemplo de um novo modelo de negócio é a empresa UBER. O negócio feito tradicionalmente por táxis ganhou uma nova realidade, facilitando e popularizando o acesso a alternativas de locomoção.

Era comum ouvir que pegar táxi era coisa de luxo e para quem tinha dinheiro, entretanto, a empresa de aplicativo de transporte alterou esse cenário trazendo transportes particulares por um preço acessível.

Além disso, houve uma inovação em um modelo tradicional. O cliente precisava se deslocar e ir em busca de um táxi, a depender do local que existisse não encontraria e teria dificuldades para chegar ao destino.

A Uber transformou esse cenário. O cliente pode solicitar um motorista de onde estiver, que irá se dirigir até ele. Além disso, é possível acompanhar todo o trajeto até a chegada até o cliente. É uma inovação e tanta, utilizada e muito popularizada.

O consumidor está alterando o seu perfil e tem estado muito mais presente no meio digital, por isso, inovações que contem com direcionamento para facilidades e digitalização são muito bem vindos e aceitos.


E para você, o que é fundamental em um bom ambiente para startups? Conte para a gente nos comentários!

Escrito por Rafael Carvalho
Rafael Carvalho atua no mercado de marketing digital, educação online e infoprodutos desde 2011. Autor best-seller do livro Paixão S.A., ele também foi vencedor do prêmio Empreendedor de Sucesso, da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios. → Siga-me no Instagram @eu.rafaelcarvalho. Profile

Deixe seu comentário:

plugins premium WordPress