Gestão, Startups

OKRs: Do Google para a Sua Empresa

O Google é uma das empresas mais renomadas no ramo de tecnologia, sua metodologia OKR visa ter objetivos claros e fornecer...

· 4 min leitura >
OKRs: Do Google para a Sua Empresa

Planejar as etapas da empresa e gerenciar sua execução com eficiência são tarefas desafiadoras enfrentadas diariamente. No atual cenário que estamos vivenciando, onde os negócios tem buscado cada vez mais formas de se destacar, é imprescindível ter estratégias bem definidas.

Justamente a falta dessas estratégias tem levado muitas empresas a falência.  É comum encontrarmos gestores que acreditam que as estratégias devem visar somente o lucro, entretanto, o lucro é um dos resultados.

Um time enxuto, com estratégias definidas, comunicação eficaz e um modelo bem elaborado de gestão são peças fundamentais no sucesso de qualquer negócio.

O marketing também deve ter um bom desenvolvimento. Uma metodologia muito utilizada e eficiente é o OKR.

As metodologias que eram feitas tradicionalmente podem não ser mais tão útil e eficiente como eram anteriormente, é por isso, que se faz necessário pensar em novos voos.

Geralmente esses métodos exigem uma alta complexidade, rigidez e tendem a ser muito sistemáticos. Com isso, a fluidez do empreendimento e seu bom funcionamento e compreensão dos colaboradores pode ser afetado. Então, uma metodologia versátil e da atualidade como OKR é muito bem vinda.

O OKR pode apresentar excelentes resultados uma vez que através deles as metas da empresa ficam definidas e esclarecidas e com isso a participação e motivação dos funcionários que compõem tal organização são melhoradas.

O sistema foi criado no fim da década de 90, pela Intel, mas ficou famoso depois de ser implementado pela Google. A metodologia OKR (Objectives and Key Results, que em português significa Objetivos e Resultados Chave), tem sido cada vez mais utilizada pelas empresas.

O método tem uma finalidade bem simples: deixar mais claro aonde a empresa quer chegar e o papel de cada colaborador para atingir as metas. Os OKR´s podem ser usados em qualquer departamento de uma organização, com colaboradores de diferentes níveis hierárquicos.

O colaborador tem um papel importante dentro da organização. Quando ele não está ciente desse papel e inserido de forma assertiva surgem inúmeros problemas, vou citar ao menos três aspectos afetados.

Coesividade

Para que um negócio tenha um bom desempenho, ele deve ser composto de profissionais qualificados e bem treinados, que tenham a capacidade de trabalhar em um ambiente de equipe colaborativa visando objetivos comuns compartilhados.

Quando qualquer membro da equipe exibe um comportamento não profissional, isso tem o potencial de criar animosidade e ressentimento entre os grupos, prejudicando o progresso na realização dos objetivos corporativos.

Produtividade

Quando os empregados se comportam mal no local de trabalho, as coisas não são feitas – ou bem feitas. Por exemplo, se um membro da equipe não consegue competir com sua parte de um projeto de grupo, ou prejudica o resto da equipe devido a um desacordo, o produto de trabalho sofre. Isso pode resultar em clientes irritados ou perdidos, aumento de custos e divergências entre a equipe.

Por outro lado, funcionários que se comportam bem e se unem, que contribuem igualmente e concordam discordar podem superar as expectativas no alcance de metas e objetivos

Percepção pública

Em uma época em que as percepções das empresas são amplamente compartilhadas pela Internet, uma empresa que tem uma reputação de funcionários mal-comportados e níveis de serviço ruins associados verá tal  reputação se espalhar rapidamente.

Ter uma reputação de comportamento não profissional coloca a empresa em clara desvantagem. Além de ter problemas para atrair e reter funcionários, pode ser difícil manter os clientes existentes e trazer novos. Lembre-se de que os funcionários que se comportam mal uns com os outros geralmente se comportam da mesma forma com os clientes.

Como funciona?

Em primeiro lugar, é necessário escolher um Objetivo. Geralmente ele é inspirador e não mensurável. Um exemplo de Objetivo pode ser: “Aumentar a visibilidade do meu negócio na mídia”.

O próximo passo é definir os Resultados, ou Key Results, que vão ajudar a definir o que o Objetivo escolhido significa em números. Um Resultado Chave pode ser, por exemplo:  “Gerar um aumento de 30% no tráfego através de campanhas no Adwords”.

Os Key Results de um Objetivo, portanto, fazem com que ele seja mais atingível, mais realista.

É possível escolher, por exemplo, 3 objetivos, cada um com 3 Resultados Chave para cada funcionário. Não há uma regra clara quanto ao número de OKRs por colaborador. Contudo, o que não se pode fazer nesse método, é considerar como esses resultados serão atingidos.

Há diferentes formas de alcançar as metas do Objetivo citado no exemplo acima. Mas quais são as formas que você quer usar, é um tópico que pode ser trabalhado à parte.

Estudo de caso Stylight

A plataforma de moda Stylight, uma startup que tem sede na Alemanha e está presente em 13 países além do Brasil, faz uso do método desde 2014.

Em primeiro lugar, os fundadores da empresa estudaram o método e implementaram os OKR´s em grupos pequenos de funcionários. Como os resultados foram excelentes, a metodologia passou a ser usada em toda a empresa.

Na Stylight, o funcionário é que estipula os seus OKR´s em trabalho conjunto com seu supervisor. As metas, que também são planejadas de acordo com os goals gerais da empresa, são estipuladas para o prazo de 3 meses. Depois desse período, são planejados novos OKR´s para os próximos 90 dias.

Para o fundador da empresa, Anselm Bauer, a utilização do sistema não é benéfica somente para os supervisores e chefes: “Com os OKRs, o colaborador sabe exatamente o que o chefe espera dele. Trabalhar com uma meta objetiva e real é mais motivante, pois você percebe como o seu desempenho é importante para atingir os goals gerais da empresa”.

Cada organização pode definir como os OKRs estão sendo atingidos através de um controle diário ou semanal.

Na Stylight, os OKR´s de todos os departamentos podem ser acessados pelos funcionários através de uma ferramenta interna de controle para que o trabalho de todos seja o mais transparente possível.

Mais informações sobre como a Google começou a utilizar esse método entre seus funcionários  e como você pode implementá-lo na empresa podem ser encontradas nesse vídeo em inglês sobre o assunto.


Você já está utilizando esta metodologia na sua empresa? Deixe seu comentário abaixo.

Deixe seu comentário: