6 passos para começar a empreender ainda na faculdade

Foi-se o tempo em que os jovens seguiam somente os passos dos pais em suas profissões. Se o pai fosse padeiro, esse seria o destino do filho. Se fosse filho de advogado, poderia estar certo de que no futuro defenderia os clientes para orgulhar a memória do pai.

É verdade que algumas famílias ainda mantém esse tradicionalismo, mas em grande maioria foi concedido espaço para novas realidades sobre os negócios e profissionais dentro do ambiente familiar.

Atualmente tudo mudou. Ainda bem! O número de jovens que iniciam o próprio negócio cresce assustadoramente. Empreendedorismo é a palavra de ordem da galera que quer “bombar” no mundo dos negócios, muitos ainda na faculdade, pois é no ambiente universitário que as melhores ideias começam a fluir.

A faculdade é um ambiente de conhecimento, de planejamento profissional. Além disso, é possível ter muitas descobertas e ensinamentos em relação ao mundo de negócios. É justamente um ambiente propício para projetar seu sucesso profissional.

Devido ao grande fluxo e contato com várias pessoas a divulgação e apresentação da ideia pode ser melhor. Também é possível um contato direto com o público, o que ajudará a descobrir as necessidades e desejos desses consumidores.

Quase todo mundo realiza pesquisa no Google, tem um perfil em redes sociais e assim por diante. Essas empresas que estão conectadas e presentes na internet são alguns exemplos de como empreender, em especial no mundo digital.

Algumas histórias de sucesso começaram na Universidade Stanford, na região de Palo Alto, no Estado da Califórnia (EUA), quando jovens universitários criaram o projeto de um sistema de busca na internet que hoje é o Google. Não podemos deixar de destacar que o Google é hoje uma das preferências mundiais para se trabalhar e uma das maiores empresas existentes e veja só, o negócio surgiu ainda na universidade. Na mesma universidade também surgiu o projeto do Yahoo!

Mark Zuckerberg começou a criar o que hoje é a rede social Facebook, dentro da Universidade de Harvard. Hoje o Facebook é uma plataforma acessada por milhões de usuários que utilizam tanto para distrações, conhecimento ou para divulgação de sua marca, negócio ou produto.

Longe de querer me comparar com Google e Facebook, mas seguindo na linha dos exemplos de empreendedores que criaram startups durante a faculdade, posso dizer que vivenciei essa experiência. Durante o curso de Engenharia de Telecomunicações na Universidade Federal Fluminense, juntamente com outros quatro colegas, criei a Peta5 com a missão de revolucionar o mercado de TV Digital. Não vou seguir nessa tangente por aqui, caso queira saber mais detalhes veja no meu LinkedIn.

Se o jovem busca ainda outros motivos para empreender enquanto está na faculdade, é possível citar outros modelos de negócio, como por exemplo, o de Michael Dell – criador da marca que leva seu sobrenome – que com apenas 19 anos soube como tirar uma ideia do papel, montando computadores em seu dormitório na universidade do Texas e vendendo-os em seguida. O valor de mercado da Dell hoje ultrapassa a casa dos bilhões de dólares.

Para os universitários que pensam em empreender ainda no ambiente universitário, entre as melhores opções estão as startups.

Nesse modelo, o esforço precisa ser redobrado, o negócio tem que fazer a diferença na vida das pessoas, porque não será uma empresa como outra qualquer.

Para conseguir sucesso em um empreendimento desse porte, é preciso ter algumas características consideradas indispensáveis como: determinação, espírito de aventura (com responsabilidade, claro!), resiliência, vontade de crescer e aprender (na faculdade e na vida), superação, enfrentar desafios, saber trabalhar em equipe, entre tantas outras.

Mas será que existem alguns passos básicos para se empreender ainda na faculdade? Posso dizer que sim, vamos conferir. Vem comigo.

1. Estude e entenda o mercado antes de iniciar o negócio

entendendo o mercado e pesquisando

Sendo universitário ou não é importante conhecer o mercado que você pretende entrar. Assim você poderá ofertar dentro das expectativas esperadas.

Entrar em um negócio sem nenhum conhecimento  é um caminho certo para o fracasso.

2. Esteja aberto a novas experiências

É comum ouvirmos que algumas canções foram compostas em momentos inesperados ou enquanto o autor estava em um momento de descanso. No caso de um negócio podemos dizer que funciona de forma um pouco diferente, você precisa buscar experiências diferentes para poder ter as melhores ideias.

Além disso, estar aberto a novas experiências irá aumentar o seu relacionamento com as pessoas e te trazer benefícios.

3. Invista em seu Networking

Falamos que o relacionamento com as pessoas pode render frutos e é bem verdade. Formar laços de parceria com outros universitários ou pessoas com quem tiver contato, compartilhando experiências e conhecimentos pode te ajudar no desenvolvimento e implantação do seu negócio.

4. Saia da zona de conforto

Visite lugares que nunca visitou, esteja disposto a fazer coisas que nunca fez e a traçar e executar tarefas nunca pensadas antes. Pense em um modelo de negócio fora da sua zona de conforto e se prepare para pôr em prática.

5. Trace um planejamento

planejamento

O planejamento é a base de qualquer negócio. Aproveite esse tempo de juventude e faculdade para traçar todo seu planejamento. Coloque as ideias no papel, veja o tempo que será necessário para executá-las, os recursos que precisarão ser injetados e quais os meios que você fará e terá para tornar tudo isso realidade.

6. Concilie estudo e trabalho

Conforme falamos para vocês o ambiente acadêmico pode ser ideal para projetar um negócio de sucesso, por isso não seria sábio desleixar ou deixar de lado os seus estudos. É justamente o conhecimento obtido com sua faculdade que servirá de base para o seu negócio.

Por isso procure se dedicar a fazer bem as duas partes. Seria interessante criar uma programação e planejamento que poderão te ajudar nessa conciliação.

Estabeleça um horário para trabalhar em sua ideia como se estivesse em um emprego comum. Pense em todos os recursos necessários e ser certifique de tê-los à sua disposição. Isso te poupará tempo e te manterá motivado.

Se tudo isso estiver alinhado, a chance de dar certo é grande. Depois é só comemorar e contar sua história para somar-se as várias outras que existem quando se fala de startups e negócios que saíram das faculdades!

E você, ainda está na faculdade, mas já tem planos para o seu próprio negócio? Conte sua história, será um prazer ajudar!

Rafael Carvalho

Rafael Carvalho é empreendedor digital há mais de 20 anos e desenvolveu dezenas de negócios na internet. É criador de diversos treinamentos online, com destaque para o método Lançamento Enxuto e a Mentoria Imparáveis, que são considerados os melhores treinamentos para quem deseja possuir um negócio lucrativo, honesto e saudável na internet.

Deixe seu comentário: