Boleto Simples Nacional DAS: como emitir 2ª via?

  • Autor do post:
  • Última modificação do post:23 de outubro de 2023
  • Comentários do post:0 Comentário
  • Tempo de leitura:11 minutos de leitura

Você já se viu na situação de precisar da segunda via do seu Boleto Simples Nacional DAS? Se sim, não se preocupe, pois este é um desafio comum para muitos empreendedores digitais. 

Neste guia, vou compartilhar com você o caminho para emitir a 2ª via desse documento de maneira simples e descomplicada. 

O que é o Simples Nacional?

O Simples Nacional é um regime tributário simplificado para microempresas e empresas de pequeno porte no Brasil.

Ele foi criado para facilitar o pagamento de impostos e contribuições, unificando vários tributos em uma única guia de recolhimento, chamada de Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS).

Dessa forma, o Simples Nacional unifica diversos tributos federais, estaduais e municipais em uma única guia de pagamento, o que simplifica o processo para as empresas. Os principais impostos, podem incluir:

  • Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ);
  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL);
  • Programa de Integração Social (PIS);
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS);
  • Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS);
  • Imposto sobre Serviços (ISS).

As empresas que podem aderir ao Simples Nacional devem ter receita bruta anual dentro de um limite estabelecido e atender a outros critérios específicos.

Além disso, uma das vantagens desse regime é a redução da carga tributária para as microempresas e empresas de pequeno porte.

Quais as vantagens do Simples Nacional?

O Simples Nacional pode oferecer várias vantagens para microempresas e empresas de pequeno porte. Nesse sentido, algumas das principais vantagens podem incluir:

Simplicidade tributária

Como o nome sugere, o Simples Nacional simplifica o pagamento de impostos ao unificar várias obrigações fiscais em uma única guia de pagamento.

Isso ajuda a reduzir a burocracia e torna mais fácil o cumprimento das obrigações tributárias.

Redução de custos operacionais

O Simples Nacional costuma resultar em uma carga tributária menor em comparação com outros regimes tributários, especialmente para empresas com receitas mais baixas

Isso, por outro lado, pode levar a uma redução nos custos administrativos e contábeis, uma vez que as empresas precisam lidar com menos obrigações acessórias.

Simplicidade na emissão de notas fiscais

As empresas enquadradas no Simples Nacional têm menos complexidades na emissão de notas fiscais, o que pode ser uma vantagem para negócios que realizam muitas transações.

No entanto, é importante notar que o Simples Nacional não é apropriado para todas as empresas, pois há limites de receita bruta anual para se qualificar e algumas restrições.

O que é o DAS?

O DAS, ou Documento de Arrecadação do Simples Nacional, é um documento utilizado pelas empresas que aderiram ao Simples Nacional para efetuar o pagamento unificado de impostos e contribuições.

Nesse sentido, o DAS é gerado mensalmente com base na receita bruta da empresa no mês anterior e nas alíquotas aplicáveis ao seu setor de atividade.

O DAS é gerado automaticamente pelo sistema da Receita Federal com base nas informações fornecidas pela empresa e deve ser pago até a data de vencimento estabelecida em cada mês.

Porém, caso a empresa não efetue o pagamento do DAS dentro do prazo, poderá ficar sujeita a multas e juros.

Qual a importância do DAS?

O Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) é de extrema importância para as empresas que aderiram ao regime do Simples Nacional.

Nesse contexto, sua relevância está relacionada a diversos fatores. Entre os principais posso citar:

  • Simplificação tributária;
  • Redução de burocracia;
  • Facilidade de controle;
  • Regularização fiscal;
  • Acesso a benefícios;
  • Participação em licitações;
  • Estímulo ao empreendedorismo.

Como emitir boleto simples nacional?

Emitir a segunda via do boleto Simples Nacional DAS é um procedimento simples. Para isso, você pode seguir estes passos:

gerar boleto simples nacional

Na aba “Serviços mais procurados”, clique em “PGMEI – Programa Gerador do DASMEI. Depois, na página seguinte, insira o seu CNPJ e clique em “Continuar”.

boleto simples nacional mei

Na próxima página, escolha o período de apuração e clique em “Continuar”. Após isso, você vai pode visualizar e imprimir a segunda via do boleto Simples Nacional DAS.

Como imprimir o boleto Simples Nacional?

Logo que você gerar o boleto de pagamento, vai surgir a opção “Imprimir/Visualizar PDF”. Aqui, você vai poder baixar o PDF e imprimir pelo seu computador.

Como regularizar pagamentos atrasados?

Se você possui pagamentos atrasados do Simples Nacional DAS, é importante regularizar a situação o mais rápido possível para evitar problemas futuros. Para isso, você deve:

  • Acessar o Portal do Simples Nacional conforme as instruções acima;
  • Gerar a segunda via do boleto referente ao período em atraso;
  • Pagar o boleto atualizado o quanto antes.

É importante lembrar que, em caso de pagamento em atraso, existe o acréscimo de juros e multa sobre o valor devido.

Portanto, é fundamental regularizar a situação o mais rápido possível para evitar acúmulos de débitos.

Quais as principais dicas para evitar atrasos nos pagamentos?

Agora que você já sabe como emitir segunda via do boleto Simples Nacional DAS e como regularizar pagamentos atrasados, é importante adotar algumas práticas para evitar atrasos futuros. Confira algumas dicas:

  • Mantenha um controle financeiro eficiente para não perder as datas de vencimento;
  • Utilize um sistema de gestão para automatizar a emissão dos boletos;
  • Tenha uma reserva de emergência para cobrir possíveis imprevistos;
  • Caso esteja com dificuldades em pagar os tributos, busque orientação de um contador ou profissional especializado;
  • Fique atento aos prazos e evite deixar tudo para a última hora.

A regularização dos pagamentos do Simples Nacional é fundamental para manter a sua empresa em dia com as obrigações fiscais.

Por isso, não permita que atrasos nos pagamentos comprometam a saúde financeira do seu negócio.

Como vimos, o Simples Nacional é um regime tributário vantajoso para micro e pequenas empresas, mas é importante manter os pagamentos em dia para evitar problemas futuros.

Pensando nisso, siga as orientações apresentadas e busque sempre a ajuda de um contador para gerenciar melhor as obrigações fiscais da sua empresa.

Além disso, se mantenha informado e não permita que atrasos prejudiquem o crescimento e a sustentabilidade do seu negócio.

Quer ficar por dentro de mais dicas sobre empreendedorismo? Confira estes outros conteúdos:

Rafael Carvalho

Rafael Carvalho é empreendedor digital há mais de 20 anos e desenvolveu dezenas de negócios na internet. É criador de diversos treinamentos online, com destaque para o método Lançamento Enxuto e a Mentoria Imparáveis, que são considerados os melhores treinamentos para quem deseja possuir um negócio lucrativo, honesto e saudável na internet.

Deixe seu comentário: