Gestão, Startups

Ter um modelo de negócio consistente é fundamental ao iniciar sua startup

Diversos desafios surgem na construção de uma startup. Um desses desafios é a definição do modelo de negócios, entretanto, essa é uma etapa...

Escrito por Rafael Carvalho · 2 min leitura >

Encontrar modelo de negócio consistente é uma das primeiras preocupações que você deve ter ao iniciar sua startup.

O modelo de negócio vai além da visão apenas do produto, que costuma ser o principal foco dos empreendedores digitais.

E, mesmo para aqueles que não estão tão no inicio da jornada empreendedora, buscar de forma incansável novos mercados, fontes de receita e canais pode ser o grande diferencial para manter seu negócio em constante crescimento.

Com o objetivo de tornar a elaboração do modelo de negócio descomplicada e ágil, Alexander Osterwalder propôs a ferramenta Business Model Canvas, onde um de seus principais benefícios é a apresentação em uma única página de todos os itens que realmente importam no ambiente interno de sua empresa.

Vou falar um pouco sobre os benefícios do business model canvas.

1. Foco

O BMC foi projetado para orientar o pensamento através de cada um dos principais componentes ou blocos de construção para a concepção de um modelo de negócios. 

Nesse sentido, permite ao negócio entender como cada aspecto se relaciona com os demais; como as funções, atividades e processos se interligam e interagem.

Faz com que você pense no seu negócio de uma forma mais sistemática e formal, garantindo que cada área seja efetivamente coberta para produzir uma imagem mais abrangente e ponderada do negócio.

O BMC concentra o negócio nos elementos estratégicos que mais importam e terão o maior impacto na promoção do crescimento. Sua natureza visual auxilia na compreensão ao ser capaz de ver o quadro geral do negócio e, assim, localizar áreas de força e fraqueza dependendo das entradas.

2. Velocidade e agilidade

O princípio fundamental do BMC é se concentrar na qualidade e não na quantidade. Não é um exercício de preencher caixas (como o SWOT), ou de criar um documento com páginas e mais páginas. 

Em vez disso, trata-se de determinar as entradas-chave para cada bloco de construção. Como Steve Jobs disse uma vez: “Tenho tanto orgulho do que não fazemos quanto do que fazemos”. 

A construção do BMC é simples e focada, portanto, rápida para começar, desenvolver e iterar. É um documento vivo que deve ser testado e retrabalhado ao longo do tempo, promovendo uma mentalidade ágil de planejamento, verificação e iteração. 

Em qualquer ponto, é puramente um conjunto de hipóteses que precisam ser testadas e validadas com clientes reais; como Steve Blank citou a famosa frase “Nenhum plano de negócios sobrevive ao primeiro contato com um cliente”. O BMC é fluido e progressivo nesse aspecto.

3. Linguagem Comum

A beleza do BMC é que ele cria uma referência e uma linguagem comuns que podem ser usadas para articular, compartilhar e, assim, obter feedback sobre cada modelo de negócio e suas partes constituintes. 

É de natureza intuitiva, não requer nenhuma decifração e, portanto, é fácil de interpretar e consumir. Ele fornece uma referência direta, porém transparente, que pode ser usada internamente entre as equipes, bem como externamente com consultores, investidores e parceiros.

O BMC é um excelente ponto de partida para descobrir, construir, ratificar e desenvolver o (s) modelo (s) de negócios da organização. Existem outras considerações para o sucesso do negócio que estão implícitas, mas não explicitamente cobertas pelo BMC, tais como: o nível e a natureza da competição, funções e responsabilidades, competências e capacidades essenciais e definição de metas mensuráveis; ainda assim, a estrutura do BMC cobre e conecta os principais fatores determinantes.

4. Centrado na Proposta de Valor

De maneira crítica, no centro do Business Model Canvas está a Proposta de Valor. À esquerda, o BMC considera os fatores relacionados ao seu produto e que estão, em sua maioria, sob seu controle; o lado certo diz respeito ao mercado, muitos aspectos do qual não estão diretamente sob seu controle. 

No meio, porém, abrangendo ambas as dimensões, está a Proposta de Valor. É o pilar central em torno do qual giram todos os outros elementos; é o componente de definição do Business Model Canvas. 

É a razão pela qual o negócio existe; ele determina os principais comportamentos e atividades do negócio, fornecendo a orientação para todos os aspectos. Uma Proposta de Valor impactante, envolvente e ressonante é vital para o sucesso geral de qualquer modelo de negócios.

Escrito por Rafael Carvalho
Rafael Carvalho atua no mercado de marketing digital, educação online e infoprodutos desde 2011. Autor best-seller do livro Paixão S.A., ele também foi vencedor do prêmio Empreendedor de Sucesso, da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios. → Siga-me no Instagram @eu.rafaelcarvalho. Profile

Deixe seu comentário:

plugins premium WordPress