Startups

Descubra a única métrica que importa para sua Startup

Toda métrica pode ser importante ou até essencial para que o fundador consiga medir o sucesso da empresa. Para identificar se uma OMTM...

· 2 min leitura >
Descubra a única métrica que importa para sua Startup

Não é tarefa simples decidir o que medir e como controlar o progresso do negócio, principalmente quando se está na fase da ideia e tudo é ainda muito incerto. Por isso mesmo, é importante ter em mente as métricas que realmente fazem sentido para o empreendimento.

Para você entender melhor sobre a importância das métricas e como aplicá-las ao seu negócio, preparei este post.

Conceito de Métrica

Toda métrica pode ser importante ou até essencial para que o fundador consiga medir o sucesso da empresa. Afinal, mais do que gestores, os bons empreendedores também têm visão estratégia e uma organização data-driven. Eles sabem, por exemplo, que nem sempre as mesmas métricas são válidas para qualquer tipo de negócio.

O conceito One Metric That Matters (OMTM) ajuda a encontrar a métrica correta para a empresa durante suas diferentes fases. Da mesma forma que uma uma startup está em constante mudança, a OMTM deve apresentar algumas qualidades, como:

  • responder às questões mais importantes para a organização;
  • forçar o fundador a traçar metas e objetivos dentro de um período de tempo;
  • considerar a organização de todas as fases interligadas.

Para identificar se uma OMTM é boa, é preciso se certificar que ela seja simples e que a informação seja transmitida de maneira precisa. Além disso, os dados devem ser comparativos e deve haver capacidade para gerar mudanças. Números cumulativos ou absolutos não têm muito significado nesse tipo de avaliação – o ideal é um percentual.

Algumas métricas buscadas são:

  • coeficiente de viralização, ou a facilidade que os seus consumidores possuem em divulgar seu produto;
  • eficiência de campanha, que mede a atenção que o seu produto recebe dos consumidores;
  • taxa de inscrição, definindo quantos leads acabam virando consumidores ou clientes da startup;
  • nível de engajamento, que indica a relação e o tempo que seus clientes se envolvem com seu produto.;
  • indicadores-chave de interesse do funcionamento interno, como o tempo de produção, custo de manutenção do site e outros valores internos da empresa.

Definição de uma boa OMTM

Para saber qual métrica importa, pense primeiro em qual tipo de negócio você está criando. Outro quesito é sobre o estágio que está, como validação do problema, da solução ou se já é hora de escalar. Cada caso tem um tipo de métrica mais adequado. Veja alguns exemplos.

Game

Negócios de games se preocupam com receita média por usuário por mês e por usuário, tempo que o usuário permanece no jogo. Os desenvolvedores de jogos devem andar em uma linha fina entre conteúdo atraente e compras in-game que trazem dinheiro. Eles precisam solicitar pagamentos sem estragar o jogo, fazendo com que os usuários voltem e continuem a pagar.

SAAS

O princípio é que o cliente use seu sistema para melhorar o trabalho dele. Se houver resultados positivos, não vão cancelar o contrato de mensalidade. Há estudos que mostram uma forte correlação entre o desempenho do site e as taxas de conversão. Se seu negócio ignorar a qualidade do produto, as métricas não serão boas e a taxa de desistência aumentará.

Aplicativo

Os usuários compram e instalam seu software em dispositivos móveis. Portanto, as métricas de apps em geral são sobre:

  • o número de usuários;
  • percentual que carregou a versão mais recente;
  • quantos desinstalaram;
  • classificações e opiniões.

Embora semelhante ao SaaS, existem diferenças suficientes para que cada um mereça sua própria categoria. Um grande número de downloads faz uma aplicação mais proeminente na App Store. Devido a isso, algumas empresas realizam campanhas para inflar artificialmente o número de downloads. Essa manobra arriscada dá alguma visibilidade e pode até mesmo atrair usuários legítimos.

Bônus: regras de ouro para você saber que encontrou uma boa OMTM

Uma boa OMTM precisa atender aos seguintes requisitos:

  • uma taxa ou relação: novos usuários por dia é melhor do que o total de usuários;
  • comparativo com outros períodos de tempo sites ou segmentos: aumento da conversão da última semana é melhor do que simplesmente “a conversão de 2%”;
  • simples: para as pessoas se lembrar e discutir o assunto.

E você, sabe qual é a OMTM atual para seu negócio? Compartilhe sua estratégia nos comentários abaixo. Até a próxima!

Os Sete Pecados Mortais da Startup

Os Sete Pecados Mortais da Startup

Rafael Carvalho em Startups
  ·   3 min leitura

Deixe seu comentário: