Empreendedorismo

O poder das empresas juniores na formação de jovens empreendedores

Uma empresa júnior desempenha um importante papel dentro do cenário econômico, além disso, por meio delas os jovens empreendedores lapidam suas características...

· 4 min leitura >
O poder das empresas juniores na formação de jovens empreendedores

Não são mais só os alunos de Administração que podem experimentar seu lado empreendedor ainda na graduação. Hoje, graças ao Movimento Empresa Júnior, alunos de cursos das mais diversas áreas têm a oportunidade de colocar em prática o que aprendem em sala de aula e de gerir seus próprios negócios.

As Empresas Juniores são um conceito importado da França para o Brasil há mais de 25 anos. São associações civis sem fins lucrativos, formadas e geridas por universitários. Ficaram logo muito populares e já estão presentes em faculdades e universidades de todo o país.

Estas empresas realizam projetos e oferecem serviços com orientação de professores a preços abaixo do mercado, principalmente para micro e pequenas empresas.

Toda a renda é revertida para a capacitação da equipe, através de cursos e treinamentos, e para a manutenção do negócio. Além disso, as “EJs”, como são chamadas pelos membros do movimento, têm uma organização interna muito parecida com a de uma empresa sênior, o que possibilita aos estudantes o contato com rotinas administrativas mesmo antes de formados.

Eu já falei sobre as lições de empreendedorismo que a universidade não ensina. Ou seja, se você está na faculdade e não vê a hora de testar sua veia empreendedora, as EJs podem ser uma excelente oportunidade de aprendizado.

As pequenas empresas estão voltadas para o futuro. Esses negócios são ágeis, inovadores e construídos para escala no mundo digitalmente conectado.

As empresas regionais são incomparáveis ​​em espírito, paixão e cuidado. Essas empresas sempre darão um passo a mais para seus clientes.

As pequenas empresas regionais são os futuros líderes empresariais. É por isso que existem recursos para fomento nesse porte. Passar por uma empresa júnior é deixar e construir um legado.

Olha só a lista de vantagens que elaborei, com tudo que uma empresa júnior pode oferecer:

  • Contato com o mercado e participação em projetos profissionais desde as fases iniciais da graduação;
  • Ambiente de inovação, onde o membro é estimulado a criar e tem liberdade para colocar novas ideias em prática;
  • Desenvolvimento do espírito de liderança e de trabalho em equipe;
  • Construção de networking;
  • Aperfeiçoamento do lado empreendedor e transformador, através de vivências empresariais;
  • Contato com áreas de gestão como administração de finanças, recursos humanos e marketing;
  • Melhora na capacidade de comunicação e relacionamento com clientes;
  • Capacitações através de palestras, cursos, treinamentos e visitas técnicas.

Conforme falei acima, as empresas juniores prestam serviço e apoio principalmente as pequenas empresas, e tais empresas possuem uma grande importância dentro da sociedade. Com isso as empresas juniores contribuem também indiretamente além de diretamente. Vou falar um pouco sobre esse aspecto.

Além dos benefícios para formação empreendedora no País, em uma visão geral as pequenas empresas desempenham um importante papel na economia e na valorização local.

Quando consumidores locais ou externos patrocinam e apoiam seus pequenos negócios locais, eles estão essencialmente devolvendo dinheiro à comunidade local. 

Um negócio local próspero gerará altos níveis de receita, o que significa que o negócio pagará impostos mais altos. Esse dinheiro é então usado para melhorias locais, como segurança e também escolas. Uma pequena empresa próspera também pode até melhorar os valores das propriedades em toda a região.

Empreendedor, Computador, Homem, Escritório

Crescimento econômico

As pequenas empresas trazem muita inovação para qualquer campo. As pequenas empresas costumam ter um contato mais direto com os consumidores e a população em geral. Isso significa que eles estão mais sintonizados com os produtos e serviços que melhor serviriam ao bem comum. 

Com menos níveis de hierarquia para percorrer, as pequenas empresas também estão geralmente mais abertas para experimentar novas ideias em um período de tempo mais curto. Toda essa inovação beneficia a área em que uma empresa está sediada, uma vez que ela começa em casa. Novos produtos, conceitos, processos e assim por diante, começam nas comunidades de onde vêm.

Adaptabilidade

Por causa de sua conexão direta com a comunidade, as pequenas empresas tendem a ser mais adaptáveis ​​às mudanças de climas econômicos. Conforme as demandas dos consumidores mudam, as pequenas empresas se encontram na linha de frente dos ajustes para manter sua clientela satisfeita de uma forma que as grandes empresas não conseguem. 

Como resultado, a lealdade do cliente tende a ser muito mais forte. Em tempos de crise econômica, muitos consumidores se esforçam para continuar apoiando seus favoritos locais mais do que empresas maiores.

Crescimento futuro

As pequenas empresas nem sempre permanecem pequenas. Nomes familiares como Nike ou Microsoft começaram todos como pequenos empreendimentos caseiros. Quando os pequenos negócios começam, eles oferecem empregos para as pessoas da sua região e à medida que crescem, a comunidade continua a se beneficiar de ter os “primeiros direitos”, por assim dizer, em novos empregos e oportunidades.

Devido a essa expectativa de expansão, as empresas juniores desempenham um papel importante na construção de fortes profissionais hoje e grandes gestores futuramente.

Manter o dinheiro local

As pequenas empresas geralmente trabalham duro para manter o máximo possível de negócios locais. Isso significa trabalhar e apoiar outras pequenas empresas, usando tantos produtos locais quanto possível, etc.

Esse enfoque ajuda a estimular as economias locais. Também beneficia a comunidade como um todo. O sucesso das empresas locais significa mais dinheiro dos impostos locais, o que ajuda a melhorar as escolas e outros serviços locais.

Negócios Diversos

As pequenas empresas diferem dos grandes em alguns aspectos. Eles têm orçamentos diferentes, métodos operacionais diferentes e se concentram em diferentes aspectos de seus setores. Essa diversidade resulta em melhor estabilidade econômica. Quanto mais diversa é a economia, melhor pode resistir às flutuações e mudança.

De fato, empresas grandes e consolidadas possuem um papel importantíssimo para economia e desenvolvimento do País, porém, conforme explicitado, as empresas juniores  fazem diferença para formação e fomento do empreendedorismo, além de contribuir de formas diversas dentro do cenário econômico ao qual estão inseridas.

Entendemos a contribuição inestimável que as pequenas empresas fazem para nossa economia e nossa sociedade como um todo. As pequenas empresas representam a espinha dorsal dos negócios e geram um espírito de construção do seu próprio futuro; mas as pequenas empresas também são vitais para as economias locais em que estão inseridas.


Você faz parte de alguma empresa júnior? Ou já contratou alguma empresa júnior para o seu negócio? Conte mais sobre essa experiência nos comentários!

Deixe seu comentário: