Ponto de equilíbrio: o que é e como calcular 

  • Autor do post:
  • Última modificação do post:3 de janeiro de 2023
  • Comentários do post:0 Comentário
  • Tempo de leitura:9 minutos de leitura

Uma agência que cresceu sem uma estrutura adequada para o planejamento financeiro tende a ter dificuldades para chegar ao seu ponto de equilíbrio.

Isso é importante para ter um maior controle dos custos e conseguir agir de maneira estratégica com relação à gestão financeira e desenvolvimento de estratégias que visam a sustentabilidade do negócio. Mas você sabe o que é este indicador? 

Neste artigo, vou explicar detalhadamente o que é o ponto de equilíbrio e como encontrá-lo na gestão da sua agência. Além disso, vou apresentar as informações que este indicador pode transmitir para o seu negócio e como podem ser aplicadas.

Quer saber tudo sobre o ponto de equilíbrio? Então continue a leitura!

O que é ponto de equilíbrio?

Um dos grandes desafios que qualquer empreendedor encara quando está iniciando um negócio é estar preparado para ter controle da gestão financeira, mas muitas vezes ele é “atropelado” pela ânsia do lucro. 

E isso vai se tornado uma bola de neve com o passar dos anos, com o crescimento da empresa, se depara com uma gestão financeira ineficiente e sem um ponto de equilíbrio.

O ponto de equilíbrio é o indicador que reflete o valor em que as despesas e receitas da empresa estarão balanceadas e iguais. Também conhecido como break even point, este é o valor que reflete em qual ponto o negócio consegue se bancar.

Para entender melhor, imagine uma balança, em que de um lado estão as despesas da empresa e do outro lado as receitas. Para que a balança não caia para o lado das despesas (o que poderia significar um endividamento), é preciso saber em que ponto as receitas devem pesar para manter o equilíbrio.

Assim, este indicador reflete o quanto uma empresa precisa vender para que não caia em dívidas.

Isso significa que a empresa não estaria em um quadro de lucros, mas também está segura de um cenário de prejuízos financeiros. Dessa forma, este indicador mensura o balanceamento destes dois fatores.

Tipos de ponto de equilíbrio

Se você já pesquisou um pouco sobre ponto de equilíbrio pode ter ficado um pouco confuso, porque existem 3 tipos, que são:

  • Ponto de equilíbrio contábil: considerada a fórmula mais comum para determinar o valor, leva em consideração as receitas e despesas da empresa; 
  • Ponto de equilíbrio econômico: nessa fórmula o lucro desejado entra no cálculo para indicar quando o negócio vai atingir sua meta estipulada como ideal;
  • Ponto de equilíbrio financeiro: é considerada uma variação do ponto de equilíbrio contábil, mas diferindo por não incluir no cálculo depreciações.  

Aqui neste artigo, eu vou explicar como calcular o ponto de equilíbrio contábil, que é o mais comum e essencial quando falamos da gestão financeira de uma agência. 

Como calcular o ponto de equilíbrio? 

Como já citei, encontrar o ponto de equilíbrio do seu negócio é fundamental para a saúde financeira a longo prazo. E para isso, é preciso reunir algumas informações importantes e definir o tipo de cálculo que você deseja realizar.

Para explicar eu vou usar o exemplo ficcional do Fernando, que é um dono de agência que não tem o controle financeiro do seu negócio. Agora que a empresa cresceu anda meio perdido com a gestão.

Fernando resolveu realizar o cálculo para ter um panorama da sua empresa. Veja:

Ponto de equilíbrio contábil = Custo fixo / Margem de contribuição%

Como custos fixos, estão contas como:

  • Água;
  • Energia;
  • Aluguel;
  • Salários;
  • Serviços como contador e advogados.

Para saber mais sobre este ponto, confira o meu artigo sobre gestão de custos!

Lembrando que a margem de contribuição representa o que “sobrou” da venda dos produtos ou serviços após retirados os valores de custos e despesas no processo de comercialização. 

Assim, ela é a subtração das receitas pelos custos variáveis, sendo analisada por porcentagem.

No caso da agência de Fernando, os custos fixos correspondem ao valor de R$ 10.000 e a margem de contribuição é representada por 25%. Assim, o cálculo do indicador será da seguinte maneira:

Ponto de equilíbrio = R$ 10.000 / 25% = R$ 40.000

Analisando este resultado, isso significa que, para alcançar o ponto de equilíbrio, a agência de Fernando precisa ter uma receita de R$ 40.000. 

Quais os benefícios do ponto de equilíbrio para gestão financeira?

Todo esse levantamento de informações e cálculos podem ser cruciais para viabilizar o controle financeiro da sua empresa e tornar sua gestão mais efetiva.

Isso porque, se bem aplicado, este indicador pode apresentar benefícios relevantes para sua agência, em curto, médio e longo prazo. 

Para ter uma ideia, listei abaixo algumas dessas vantagens. Confira:

1. Precificação dos serviços

A precificação dos serviços deve levar em consideração uma série de fatores, incluindo a remuneração dos colaboradores e todas as despesas que envolvem a operação.

Além disso, quando você tem a projeção do indicador no planejamento estratégico da empresa, também é possível saber o preço mínimo que vale cobrar por cada serviço para que ele seja alcançado ou superado. 

2. Otimização das despesas

Sabendo quanto toda sua operação custa, considerando materiais, contas e remuneração do seu time e comparando tudo isso ao break even da agência, também é possível fazer um levantamento dos custos que podem ser otimizados.

Quando falo dessa otimização, não estou me referindo meramente a cortes de despesas, mas também ao redirecionamento dos recursos. Em alguns casos, o dinheiro pode ser investido de uma forma mais efetiva se existe uma estratégia para isso. 

3. Previsibilidade para investimentos 

Com a gestão mais organizada também é possível tornar as finanças da agência mais previsíveis, evitando dores de cabeças e endividamento para cobrir gastos não programados. 

Agora que você já sabe como calcular o ponto de equilíbrio financeiro da sua agência e conseguir planejar melhor as ações da sua agência, que tal aprimorar ainda mais sua gestão financeira?

Pensando nisso, criei um conteúdo especial sobre fluxo de caixa e disponibilizei uma planilha exclusiva para auxiliar no controle financeiro.

Acesse agora e aproveite para baixar uma planilha de fluxo de caixa para a sua agência!

Rafael Carvalho

Rafael Carvalho é empreendedor digital há mais de 20 anos e desenvolveu dezenas de negócios na internet. É criador de diversos treinamentos online, com destaque para o método Lançamento Enxuto e a Mentoria Imparáveis, que são considerados os melhores treinamentos para quem deseja possuir um negócio lucrativo, honesto e saudável na internet.

Deixe seu comentário: