Gestão

Quando demitir um colaborador? Confira 4 sinais!

Você sabe identificar quando demitir um colaborador? Descubra em quais casos a demissão pode ser a melhor decisão!

Escrito por Rafael Carvalho · 3 min leitura >
quando demitir um colaborador

Saber quando demitir um colaborador é uma das análises mais complicadas que um gestor precisa fazer. Isso porque ela não impacta somente na perda de um membro do time, mas também em todo o clima, imagem da marca e engajamento dos colaboradores.

Assim, além de saber quando fazer essa escolha, você também precisa estar preparado para identificar quando não deve seguir pelo caminho do desligamento.

E para te ajudar, eu preparei este artigo com dicas e orientações completas. Continue e aproveite a leitura!

Quando não demitir um colaborador?

Mais do que saber quando demitir um colaborador, as lideranças precisam também aprender a identificar quando esta não é a melhor decisão. 

Uma demissão errada pode custar muito caro para a empresa. E eu não estou falando apenas de recursos financeiros com o desligamento, mas também os custos com um novo processo de recrutamento e admissão, desgaste e estresse para encontrar um novo colaborador e manter a moral do time.

É por isso que, assim como não existe um ambiente de trabalho perfeito, também não existem colaboradores perfeitos. E o processo seletivo mais caro é aquele feito para repor uma pessoa que deveria ter ficado.

Assim, eu vou te apresentar algumas situações que, em muitos casos, podem parecer o motivo perfeito para uma demissão, mas que na verdade são pontos que devem ser trabalhados pela gestão da equipe.

Erros constantes

Nós sabemos o quanto erros podem ser cansativos e pesar no financeiro da empresa. Mas veja bem, quando um profissional está errando de forma constante, isso pode significar duas coisas:

  1. Ele não sabe como executar as tarefas — ou seja, não foi treinado adequadamente;
  2. Não está empenhado em melhorar.

Para o segundo ponto, o caminho da demissão pode ser uma melhor solução. 

Mas quando se trata do primeiro cenário, é de responsabilidade da gestão oferecer os recursos e ferramentas necessárias para que este colaborador se desenvolva e esteja plenamente capacitado para as suas atividades.

Falta de experiência

Uma das piores decisões que você pode tomar é, após contratar uma pessoa, demiti-la por falta de experiência. Inclusive, uma das suas melhores oportunidades é formar profissionais e desenvolver suas competências.

Por isso, ao pensar em quando demitir um colaborador e a falta de experiência for uma das razões, pense nesta situação como uma chance de desenvolver melhor as pessoas da sua equipe.

Lembrando que, quanto mais experiente o profissional, mais caro para a empresa. Por isso, o melhor é formar uma equipe de alta performance com quem você já tem dentro de casa.

Demora nas entregas

Assim como os demais pontos, a demora nas entregas pode estar relacionada tanto a falta de conhecimento e treinamento quanto a desmotivação do colaborador. 

Existe também a possibilidade de que os processos estejam dificultando o desempenho. Especialmente em cenários em que novos colaboradores entraram e os processos mudaram, a adaptação às mudanças pode ser mais difícil para algumas pessoas.

É preciso analisar todas as perspectivas para saber se seria o caso de partir para o desligamento ou realizar correções e melhorias que visem facilitar o desempenho da sua equipe.

Dessa forma, uma das maneiras de saber quando demitir um colaborador ou colaboradores é investigando se o problema está partindo das soft skills ou hard skills

Isso porque competências técnicas podem ser facilmente treinadas, mas mudar o comportamento de uma pessoa é bem mais difícil.

Além disso, você também pode estar pensando: “Rafa, eu realizei todas as mudanças e melhorias possíveis, e mesmo assim Fulano ainda não está entregando os resultados desejados.”

Aqui, mais uma vez, você vai precisar analisar todos os aspectos da situação.

  • Será que ele não está motivado a melhorar?
  • O colaborador tem o perfil para este cargo?
  • Ele realmente está conseguindo aprender da melhor forma?

Estas são algumas perguntas que podem ajudar nesta avaliação.

4 sinais para saber quando demitir um colaborador

Problemas de relacionamento com o time

Por mais que você tenha um profissional com altas competências técnicas, o bem-estar da sua equipe também precisa ser pesado.

Pessoas que desenvolvem constantemente problemas de relacionamento com os colegas de trabalho são como “sugadores de produtividade”, gerando conflitos e impedindo que melhorias sejam feitas na empresa. 

Falta de alinhamento com a cultura

O fit com a cultura é um dos fatores que devem ser considerados. Quando o colaborador não apresenta um alinhamento com as políticas, missão, visão e valores da empresa, a busca pelos mesmos objetivos de crescimento acaba sendo dificultada.

Em alguns cenários, o próprio colaborador percebe que os seus objetivos e os da empresa não estão alinhados. Assim, ele mesmo pode solicitar o desligamento.

Insubordinação e descumprimento de normas da empresa

Para mim esta é uma situação clara em que a demissão é a única escolha.

A demonstração de falta de respeito pelas lideranças apresenta tanto falhas na maturidade colaborador quanto um desalinhamento com os objetivos da empresa. Além disso, este é um comportamento que pode confundir e até mesmo ser reproduzido por outros colaboradores.

Dentre os exemplos mais comuns, podemos citar:

  • Descumprir ordens diretas de lideranças;
  • Burlar normas e direcionamentos da empresa;
  • Recusa em cumprir prazos e processos;
  • Desrespeito com colegas e gestores.

Quando um colaborador apresenta estes comportamentos de forma constante, é preciso oferecer feedbacks e apresentar as consequências destes atos. E se a situação não mudar, pelo bem da empresa e da equipe, o membro deve ser desligado.

Colaborador sem comprometimento com as metas

Outra razão para saber quando demitir um colaborador é quando você percebe que as metas são estipuladas, mas o integrante não se envolve com o seu alcance. Isso pode ser um sinal de falta de responsabilidade e compromisso com o propósito da agência.

Neste caso, também é válido avaliar o que está gerando esse comportamento. Caso seja percebida uma falta de motivação em participar ativamente dos resultados da empresa, o desligamento seria um caminho.

Agora que você já sabe quando demitir um colaborador, é preciso entender como fazer este processo. 

E eu tenho um conteúdo completo para te ajudar. Acesse agora o meu artigo sobre como demitir e confira 8 dicas!

Escrito por Rafael Carvalho
Rafael Carvalho atua no mercado de marketing digital, educação online e infoprodutos desde 2011. Autor best-seller do livro Paixão S.A., ele também foi vencedor do prêmio Empreendedor de Sucesso, da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios. → Siga-me no Instagram @eu.rafaelcarvalho. Profile

Deixe seu comentário:

plugins premium WordPress