Empreendedorismo, Startups, Vendas

Apostar em nichos: caminho para vencer com sua startup

Nichos de mercado são muitas vezes definidos como um segmento, entretanto, vai muito além disso. O sucesso de um negócio pode estar...

· 3 min leitura >
Apostar em nichos: caminho para vencer com sua startup

Quando você pensa uma tirar uma super ideia do papel, o que parece mais interessante: fazer estudos de mercado buscando segmentos específicos ou… Tentar dominar o mundo? A maioria dos empreendedores começa com a segunda motivação. Mas, por incrível que pareça, apostar em um nicho pode ser o melhor caminho para o sucesso.

Tendo em vista o mercado competitivo em que vivemos, a decisão para o sucesso pode estar em pequenas coisas como apostar em nichos.

Não estou dizendo para pensar pequeno – ninguém quer isso de um empreendedor. Acontece que o nascimento de uma grande empresa pode, sim, ser a resposta a uma dor ou demanda bem específica.

Quanto mais recortado o mercado, mais simples e funcional tende a ser o MVP (Minimum Viable Product, ou Mínimo Produto Viável). Com o tempo e o conhecimento adquirido com os primeiros clientes será possível aumentar o portfólio de produtos e serviços e mesmo atender outros mercados.

Caso você não possua conhecimentos acerca do tema, vou antes de elencar seus benefícios, características e funcionalidades, dar uma visão do que seriam nichos de mercado.

De uma forma simples podemos dizer que o nicho de mercado é uma definição de um grupo de consumidores dentro de determinado segmento. Tal grupo possui semelhanças de interesses, necessidades e preferências e por isso conversam bastante entre si.

Se ainda não ficou totalmente claro, não se preocupe, vou dar um exemplo. Afinal, nada melhor do que um exemplo cotidiano e real para lançar luz sobre qualquer entendimento. Então vamos lá.

Por exemplo, o segmento de confecções. Podemos dizer que este é um segmento bem amplo dada sua aplicação a diferentes gêneros, feminino e masculino; idades; preferências e estilos.

Quando se define uma característica como confecções femininas, isso é um estabelecimento de nicho de mercado. Acho que agora ficou melhor de entender, não é?

pessoa do nicho de mercado

Mas, o que se leva em conta na definição de um nicho de mercado? Bom, podemos dizer que um dos aspectos é o preço que seus produtos terá. Existem clientes com poder aquisitivo grande e que podem pagar valores elevados para ter uma peça.

O segundo quesito diz respeito a demografia. Eita, ficou difícil? Vamos lá, demografia são características específicas como sexo, idade e o grau de instrução.

O terceiro ponto que alguns podem até achar inexistente é sobre a qualidade do produto. Talvez muitos pensem que a qualidade sempre será alta, entretanto, a realidade é diferente. Podem haver diferentes níveis de qualidade para produtos e serviços, desde premium a baixa e barata.

O quarto refere-se a psicografia. Esse ponto são interesses e valores que aquele grupo preza.

Por último temos a questão geográfica, ou seja, qual a localização que seu consumidor tem/terá.

Se você não sabia, esses pontos são importantes e devem ser levados em consideração na hora de definir seu nicho de mercado. Com essa lista e aspectos em mãos, provavelmente ficará muito mais fácil.

É comum ouvirmos uma associação entre nicho de mercado e segmentos.  Alguns acreditam que um público alvo sempre será um nicho.

De uma forma simples, nicho é uma parte de um segmento. Com isso, percebe-se que segmento é algo mais amplo.

Outro exemplo que posso dar é sobre a indústria de alimentos. Uma empresa pode ter o segmento de alimentos, com isso produz alimentos de todo tipo. Entretanto, ela pode fazer uma análise e ver a possibilidade de oferecer alimentos veganos. Com isso, cria-se um nicho de mercado, produtos que atenderão consumidores veganos. Perceba que é algo bem específico.

Que nicho escolher?

nicho de mercado

Mas como saber em qual nicho de mercado apostar? Primeiramente, utilize seus gostos pessoais para pensar qual negócio você poderia criar ou aperfeiçoar. Tendo em vista sua afinidade pela área, suas experiências e soluções poderão ser bastante interessantes.

Caso isso não seja aplicável (leia-se rentável, realista, funcional etc.), procure saber o que as pessoas querem, o que elas precisam e pelo que elas se interessam. Lembre-se de não misturar tudo, afinal, temos que focar em pequenos nichos! Estude por perfis e defina esses três pontos. Basicamente você estará fazendo a seguinte fórmula: O quê + Quem + Demanda = Potencial Nicho de Mercado Lucrativo.

Por exemplo, se o segmento de cosméticos voltados para o público feminino parece interessante, você pode observar os grandes concorrentes, como Proctor & Gamble e Johnson & Johnson. São empresas que focam apenas em mulheres de modo geral, de 18 a 65 anos.

Uma possibilidade de nicho para sua startup “correr por fora” poderia ser focar em garotas de 16 a 18 anos, com mães que trabalham fora, que recebem mesadas de R$ 50 a R$ 500 e que estudam em escolas particulares de cidades grandes e capitais.

Assim fica mais fácil se concentrar em um grupo demográfico estreito, fazer pesquisas e descobrir problemas comuns para criar produtos e soluções para um público recortado. É uma forma de uma empresa iniciante adquirir vantagem competitiva.

Afinal, você poderá competir com um produto muito menos maduro e provavelmente gastará menos para adquirir clientes prontos para comprar. Ao contrário de grandes empresas, a sua startup tem ciclo de aprendizado muito menor e inova a um ritmo bem mais rápido. Assim, ao menos no nicho inicial, você estará à frente deles e, se fizer tudo certo, é possível que eles nunca consigam alcançar você.

Última dica

Você pode descobrir alguns mercados promissores utilizando os serviços do Google.

Com Google Trends, por exemplo, você pode saber as tendências e, no Google Adwords, os preços das palavras-chave.


Sua startup atende algum nicho ou pensa em se especializar para atender um público específico? Compartilhe sua experiência nos comentários!

Deixe seu comentário: