Cursos online, Infoprodutos

Como precificar um curso online em 3 passos

Bateu aquela dúvida de como precificar um curso online? Confira as dicas que eu separei neste artigo e evite erros comuns!

· 4 min leitura >
como precificar um curso online

Saber como precificar um curso online não é uma tarefa difícil. Afinal, existem alguns elementos simples e essenciais que devem ser avaliados no momento de definir o valor do seu produto.

No entanto, seja pela animação com o lançamento, pela falta de conhecimento ou mesmo por não acreditar no valor do que está sendo entregue, muitos empreendedores acabam não sabendo como montar um processo de precificação eficaz e que garanta o melhor retorno para o seu negócio.

Mas afinal, o quanto vale o seu curso? Como você pode colocar um preço no seu conhecimento?

Para te ajudar a responder estas e outras perguntas, neste artigo você vai conhecer alguns erros comuns que as pessoas cometem na hora da precificação, e eu vou te mostrar alguns passos simples que você deve colocar em prática ao definir o preço do seu curso online.

Vamos lá!

Erros comuns em como precificar um curso online

A ideia você já teve, e também já fez o planejamento de todo o conteúdo, os recursos, atividades, formato de avaliação… o seu material está completo! Mas aí chega o momento em que muita gente trava: a hora da precificação.

O processo de como precificar um curso online ainda é cercado de erros que podem parecer pequenos, mas que geram um grande impacto nos seus resultados e que podem impedir que o seu produto seja percebido da forma ideal.

Veja os mais comuns.

Não levar em consideração os custos de operação e investimentos

Pode parecer uma dica básica, mas a repetição gera fixação.

Sabe aquela câmera que você comprou, aquele programa de edição, o designer para produzir peças e a plataforma de hospedagem do curso?

Todos esses valores devem ser calculados minunciosamente. Isso porque eles representam custos de produção, e quando falamos em como precificar um curso online, eles devem constar no preço de venda do produto.

Quando você define o valor do seu curso sem levar em consideração os custos fixos e variáveis e todos os investimentos feitos, as chances de que você tenha prejuízos no futuro são bem maiores.

Por isso, anote cada valor utilizado para fazer com que o seu produto tome vida e utilize como a base da sua precificação.

Desmerecer o valor que o seu curso entrega

Esse é um dos pontos mais delicados no processo de precificação.

A síndrome do impostor é um problema bem comum entre os produtores de conteúdo, que dificilmente acreditam que a sua ideia e o seu produto geram um grande valor para a sua audiência.

E ela pode ser um empecilho no processo de como precificar um curso online.

Quando você não percebe o potencial do seu produto, o processo de precificação é afetado. Afinal, você nunca aceita que um valor mais alto seria justo para a sua entrega.

E então você cai do erro de sempre cobrar mais barato do que os seus concorrentes.

Mas deixa eu te explicar uma lógica de mercado bem simples.

O preço que você coloca em uma etiqueta também determina a forma como o seu público percebe o seu produto. Assim, quanto mais barato você cobra, menor o valor percebido. 

Por isso, não tenha medo de precificar de uma forma justa. 

Lembre-se que o seu cliente está pagando por uma solução para um determinado problema. Se o seu curso entrega o que é preciso, ele não vai ter medo de desembolsar o valor.

“Supor” quem é o seu cliente

Antes de iniciar este tópico, veja algumas frases comuns:

  • “Eu acho que o meu cliente prefere isso”;
  • “Eu já pensei que o meu público gosta mais desse formato”;
  • “Acho que poderia vender bem mais neste canal”;
  • “Eu acho que eles pagam X neste curso”.

Quando falamos em público e persona, você nunca deve utilizar suposições para adivinhar o que o seu cliente quer ou procura. Quanto mais você tenta adivinhar, menos você acerta.

E no processo de como precificar um curso online, você deve saber qual a renda do seu cliente e o quanto ele estaria disposto a pagar no seu produto.

E sabe como você pode fazer essa análise? Pesquisando e respondendo algumas perguntas-chave que eu separei neste artigo: 10 perguntas que você precisa fazer ao colocar um preço em seu produto.

Como você pode perceber, cada um desses erros partem de um conceito que pode matar qualquer negócio: o “achismo”.

No mundo do empreendedorismo, não existem brechas para “achar” que as coisas podem ser de tal forma ou funcionam de uma certa maneira. Cada decisão deve ser baseada em pesquisas e experiências que comprovem a eficácia de um determinado formato.

Isso não quer dizer que não existe espaço para a inovação. Mas cada erro representa uma perda, seja de tempo ou recursos. Por isso, para que você possa utilizar os elementos da melhor forma, cada passo deve seguir um plano.

3 passos de como precificar o seu curso online do jeito certo

Agora que você já conhece os erros mais comuns na estratégia de como precificar um curso online, é o momento de saber o que você precisa fazer para precificar do jeito certo.

Planeje a sua estratégia de divulgação e venda

Além de conhecer o quanto o seu produto já demandou de investimentos apenas no processo de produção, você também deve calcular o quanto precisará desembolsar para fazer toda a estratégia de divulgação.

Afinal, no mercado digital, quem não aparece, não vende.

Por isso, você vai precisar planejar toda a sua estratégia de divulgação e vendas para completar a sua estrutura de custos e saber o quanto o seu produto precisa gerar para que você não tenha prejuízos no futuro.

E neste momento algumas pessoas podem dizer: ”Ah, mas eu não sei como vou vender. Isso eu vejo durante o processo.”

Veja bem, quanto maior a sua margem de incertezas, maiores as chances de que tudo dê muito errado.

Assim, não existe essa de “depois eu vejo”. Calcule agora para precificar da melhor forma.

Defina a sua margem de lucro

Como você viu logo acima, nem sempre as pessoas calculam os custos envolvidos no processo de produção do curso online. 

Assim, após analisar esses custos, você deve calcular a margem de lucro, que é a porcentagem do preço do produto que corresponde ao lucro do negócio, e é calculada a partir desta fórmula:

Margem de lucro = lucro bruto / receitas totais

Ao calcular a sua margem de lucro no processo de como precificar um curso online, você vai descobrir o quanto realmente fatura com a venda do seu produto, e, a partir disso, vai poder analisar se o preço definido está de acordo com a necessidade do negócio.

Avalie a concorrência

Por fim, além de avaliar todos os fatores internos que eu te apresentai ao longo deste artigo, você deve analisar qual o preço praticado pela concorrência.

Isso vai te ajudar a entender como o seu mercado está funcionando e vai facilitar o processo de ajuste do preço de acordo com o meio no qual ele está inserido.

Isso porque não faz sentido realizar todas estas análises e não fazer a comparação com o preço de outros produtos que já estão no mercado e são consumidos pelo seu público.

Assim, você vai conseguir definir um valor justo e competitivo para o seu curso online.

Saber como precificar um curso online é um dos conhecimentos mais básicos que todo empreendedor digital deve conhecer.

E se você quer ficar por dentro de mais assuntos como este, confira a lista de conteúdos sobre cursos online que eu tenho aqui no blog. 

Deixe seu comentário: