Empreendedorismo, Gestão

Metas SMART: o que são e como usá-las no seu negócio digital?

Você sabe o que são metas SMART? Elas podem ajudar na gestão do seu negócio digital. Então, leia este post e saiba...

· 3 min leitura >
Metas SMART

Você sabe o que são metas SMART? É uma metodologia que ajuda as empresas a atingir os resultados esperados com mais facilidade. Por isso, é essencial que você saiba o que são, como elas funcionam e quais são os seus impactos em um negócio.

Dessa forma, é possível criar metas inteligentes que, por sua vez, podem compor o planejamento estratégico da sua empresa. Diante disso, você e a sua equipe saberão quais são as prioridades e o que deve ser feito para que os objetivos sejam alcançados.

Ficou curioso? Quer saber mais sobre as metas SMART? Então, continue a leitura e confira! 

O que são metas SMART?

As metas SMART, também conhecidas como metas inteligentes, representam uma metodologia que ajuda você a criar objetivos de maneira mais eficiente para o seu negócio digital. Ou seja, ela serve como um checklist para a definição de metas que facilitem o alcance dos resultados esperados.

Vale destacar que cada letra da palavra SMART equivale a uma característica que a meta deve possuir para ser eficiente. Nesse sentido, significa que ela deve ser específica (specific), mensurável (measurable), atingível (attainable), relevante (relevant) e temporal (time based).  Ou seja, para que uma meta seja inteligente precisa ter essas características. Lembre-se de que é com base nelas que você desenvolverá os planos de ação da empresa.

Como deve ser uma meta SMART?

Como vimos, as metas SMART precisam ser específicas, mensuráveis, atingíveis, relevantes e temporais. Mas, afinal, o que significa isso? A seguir, vou apresentar a descrição de cada uma dessas características para que você entenda como criar uma meta inteligente. Vamos lá!

Específica (S)

A meta precisa ser específica, ou seja, não deve ser genérica ou ambígua. Portanto, ela precisa ser clara para que todos os envolvidos entendam o que ela representa e criem planos de ação para conquistá-la dentro do período estipulado pela administração da empresa.

Por isso, não adianta falar que você quer ganhar dinheiro com a venda de infoprodutos. Isso não é específico, então, não pode ser considerada uma meta SMART. O correto é dizer que pretende aumentar a venda do infoproduto X no mês de janeiro em 20%. Dessa forma, todas as pessoas conseguem entender o que precisam alcançar.

Mensurável (M)

Também é necessário que a meta seja mensurável, ou seja, que ela seja quantitativa. Dessa forma, fica mais fácil monitorar as suas estratégias e identificar se elas estão alcançando os objetivos esperados.

Diante disso, você precisa indicar por meio de números quais são os resultados esperados. Por exemplo, aumentar em 5% o lucro do mês de julho ou, ainda, reduzir os custos em 15% no mês de maio, são ótimas metas SMART.

Atingível (A)

Outra característica da meta SMART é que ela precisa ser atingível, ou seja, não pode ter um objetivo impossível. Essa é uma crítica muito forte no mundo dos negócios, já que muitas empresas fazem metas que os colaboradores não conseguem atingir e acabam frustrando todos os envolvidos.

Lembre-se de que metas atingíveis são aquelas que podem ser alcançadas com os recursos materiais, financeiros e humanos que a sua empresa possui. Diante disso, antes de elaborar os seus objetivos verifique esses fatores, bem como analise o ambiente externo para saber se as metas definidas são realistas.

Relevante (R)

A meta também precisa ser relevante, ou seja, tem que fazer sentido para o seu negócio. Por isso, não adianta criar objetivos que não façam diferença para a sua realidade atual. 

Lembre-se de que metas relevantes impactam nos indicadores da empresa. Por isso, antes de elaborá-las é necessário analisar os indicadores e verificar qual será o impacto das novas metas. 

Dessa forma, fica mais fácil saber se elas são relevantes ou não. Por exemplo, se você conseguir alcançar a meta de aumentar as vendas do curso online X em 10% no mês de dezembro, isso impactará no seu indicador de faturamento e de lucro positivamente. Portanto, essa meta é relevante para o seu negócio.

Temporal (T)

Por fim, temos a última característica da meta SMART. Nesse caso, ela precisa ser temporal, ou seja, tem que ter um período definido para que os resultados aconteçam. 

Diante disso, é necessário criar um cronograma realista para evitar frustrações futuras. Por exemplo, aumentar as vendas do ebook X em 30% no primeiro semestre de 2021 é uma meta temporal. Já que tem um tempo exato para acontecer.

Como usar as metas SMART no seu negócio digital?

Mas, afinal, como usar as metas SMART no seu negócio digital? Elas podem ser usadas para determinar os seus objetivos organizacionais, ou seja, essa metodologia ajuda na definição das metas que devem ser realizadas para que o planejamento estratégico obtenha os resultados esperados.

Além disso, quando você usa essa metodologia é possível ter objetivos claros e realistas que, por sua vez, facilitam a visualização dos resultados. Isso porque a meta é mensurável. Dessa forma, você consegue saber quantitativamente se atingiu ou não os objetivos.

Ademais, ao usar as metas SMART no seu negócio digital você também consegue identificar quais são as prioridades e direcionar as estratégias para que elas sejam alcançadas no tempo proposto.

Lembre-se de que quando as pessoas que trabalham na empresa entendem quais são as metas, elas conseguem criar estratégias para colocar em prática no dia a dia para que o seu negócio atinja os resultados esperados.

Agora que você já sabe o que são as metas SMART, que tal continuar acompanhando conteúdos como este todos os dias? Então, me siga no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece no mundo do empreendedorismo digital.

Deixe seu comentário: