Empreendedorismo, Gestão

Planejamento estratégico: o que é e como fazer?

Você sabe o que é e como fazer o planejamento estratégico? Então, leia este post e descubra como criar o planejamento do seu...

· 7 min leitura >
Planejamento estratégico

Para você conseguir administrar um negócio digital é essencial elaborar um bom planejamento. Dessa forma, fica mais fácil saber quais ações devem ser tomadas para atingir os objetivos esperados. Diante disso, que tal conhecer o planejamento estratégico?

Ele é o principal plano de uma empresa, já que contém as diretrizes estratégicas, bem como o plano de ação para que todos os departamentos da sua organização consigam obter os resultados almejados.

Quer saber mais sobre o que é e como fazer um planejamento estratégico? Então, continue a leitura e confira todas as informações que separei para você. Vamos lá!

O que é planejamento estratégico de uma empresa?

O planejamento estratégico é um roteiro que indica os caminhos nos quais uma empresa precisa caminhar para atingir os resultados esperados. Ou seja, ele é uma ferramenta de gestão que apresenta as diretrizes que você precisa seguir para obter sucesso no mercado.

Quando essa ferramenta é utilizada, deixa-se de usar o “achismo” para administrar o negócio. Dessa forma, fica mais fácil encontrar alternativas mais realistas e eficazes para resolver os problemas que podem aparecer durante o dia a dia.

Assim, por meio do planejamento estratégico, é possível fazer um diagnóstico do ambiente interno e externo, criar metas e estratégias, bem como definir indicadores para monitorar o desempenho das ações implementadas.

Como o planejamento é divido?

O planejamento pode ser dividido de acordo com o nível hierárquico, sendo estratégico, tático e operacional

O estratégico é elaborado pela alta administração e visa os resultados em longo prazo.

Já o tático, é feito pelos diretores e gerentes de área. Esse planejamento é considerado um desmembramento do estratégico, pois ele visa criar planos de ação para que os objetivos macros sejam conquistados também em médio prazo.

Por fim, temos o operacional que representa as pequenas ações que cada membro das equipes de trabalho executam para que os resultados esperados pela organização sejam alcançados dentro do prazo estipulado.

Mas, por que o planejamento estratégico é importante? 

É muito comum encontrar empreendimentos que nasceram de um grande desejo ou uma vontade momentânea. Assim, também é comum descobrir que estes negócios não duraram muito tempo.

De acordo com pesquisa de sobrevivência das empresas, realizada em 2020 pelo Sebrae, a taxa de mortalidade dos negócios possui uma média de 29%. Assim, 3 em cada 10 pessoas que empreendem encerram as atividades após 5 anos.

Além disso, na pesquisa realizada pela consultoria CB Insights, quase 10% dos empreendedores responsáveis descobriram que não possuíam paixão e nem conhecimento técnico pelo mercado.

Dentre os comportamentos mais comuns de empresas que não sabem lidar com estratégias, estão:

  • Voos de galinha: o negócio até começa seguindo uma direção, e utiliza todas as suas forças para alcançar o objetivo. Mas a falta de um planejamento faz com que ele não tenha forças suficientes para manter o foco;
  • Desengajamento do time: por mais que a empresa alimente a cultura de que ideias podem ser compartilhadas, se elas não são colocadas em prática ou são interrompidas sempre, os colaboradores passam a desacreditar no seu papel no negócio;
  • Má utilização de recursos: quando você não define o que quer e estrutura um caminho lógico a ser seguido, você vai sempre estar realizando pequenos investimentos que nunca irão gerar grandes resultados.

Por isso, o planejamento estratégico é a ferramenta que vai te orientar na elaboração de todas as estratégias, sendo fundamental para o processo de tomada de decisão.

Quando uma empresa tem um planejamento bem estruturado, consegue responder de maneira rápida e eficiente às ameaças impostas pelo ambiente externo, como crises econômicas, pandemia, redução de incentivos fiscais, problemas climáticos, entre outros.

Assim, essa ferramenta pode ser considerada uma bússola para que todas as pessoas que trabalham na empresa executem suas atividades em prol dos objetivos estratégicos definidos pela alta administração.

Como fazer o planejamento estratégico do seu negócio digital?

Agora que você já sabe o que é um planejamento estratégico, chegou o momento de aprender como elaborar o seu. 

Para isso, você vai precisar dividir o processo em 3 etapas, que devem ser elaboradas nesta ordem:

  1. Acesso à realidade;
  2. Construção da estratégia;
  3. Compromisso com a execução.

Acesso à realidade

O primeiro passo para fazer o planejamento estratégico é analisar o ambiente interno e externo da empresa. Dessa forma, você consegue identificar quais são as forças e as oportunidades que podem ser aproveitadas. 

Assim como as fraquezas e as ameaças que precisam ser corrigidas e eliminadas, respectivamente. 

Para isso, você pode utilizar a Análise SWOT, que é uma ferramenta muito eficiente para fazer o diagnóstico ambiental de uma empresa.

Esta ferramenta permite que você analise o seu negócio a partir de diferentes perspectivas, utilizando um modelo simples e prático de avaliação.

Depois de realizar o preenchimento dos 4 quadrantes da matriz, você vai precisar definir o que o seu negócio deve e pode fazer para: 

  • Aproveitar todas as oportunidades;
  • Fortalecer os pontos fortes;
  • Eliminar ou minimizar as ameaças;
  • Melhorar os pontos fracos.

Veja o modelo:

Após a SWOT, você vai perceber que existem muitos pontos a serem tratados. No entanto, para que você possa executar a estratégia com assertividade, você vai precisar focar naquilo que é mais importante.

Ou seja, este é o momento definir as suas prioridades.

Para isso, você pode utilizar a Matriz GUT, que utiliza três critérios para avaliar o nível de complexidade e relevância de um problema:

  • G (Gravidade);
  • U (Urgência);
  • T (Tendência).

Para descobrir como utilizar esta ferramenta na prática, é só conferir o este artigo sobre Matriz de Prioridades.

Definindo as diretrizes estratégicas

Após fazer o diagnóstico da empresa, você tem as informações necessárias para criar as diretrizes estratégicas. Assim, chegou o momento de definir a missão, a visão e os valores organizacionais.

A missão representa a razão de existir da empresa, ou seja, o seu propósito. 

Já a visão indica onde ela pretende chegar a longo prazo. 

Por fim, os valores são as crenças que motivam as ações no dia a dia da organização.

Essas diretrizes são essenciais para que o planejamento estratégico seja construído e você consiga atingir os resultados esperados. Portanto, elas servem de norte para todas as ações implementadas no contexto organizacional.

Para descobrir como definir cada um destes elementos, você pode conferir os meus artigos sobre cultura organizacional e valores organizacionais.

Construção da estratégia

O próximo passo é definir os objetivos estratégicos, ou seja, quais são os resultados que a empresa pretende atingir. Após fazer o diagnóstico e definir quais são as diretrizes estratégicas, fica mais fácil elaborar os objetivos de curto, médio e longo prazo. 

Para isso, o principal modelo que você pode utilizar é a metodologia de metas SMART.

Esse método se baseia na ideia de que, para que uma meta seja realmente efetiva, ela precisa atender a 5 critérios de definição:

  • S (ser específica): o resultado que você precisa atingir precisa ser bastante claro e direto. Se você fala que quer “crescer”, precisa definir em quais aspectos seria esse crescimento. Em número de clientes? Número de vendas? Lucratividade?;
  • M (ser mensurável): se o seu objetivo é “aumentar o número de clientes”, você precisa definir exatamente em quanto você deseja aumentar. Seria em 50%? 100%? 10%? A definição de um número permite visualizar melhor o objetivo;
  • A (ser alcançável): esse é um ponto crítico para os empreendedores. Não existe nada de errado em sonhar e planejar alto, mas você precisa estipular uma meta que seja possível de alcançar dentro do prazo estipulado;
  • R (ser relevante): neste momento você deve deixar de lado os demais concorrentes e definir o que é realmente importante para a sua empresa;
  • T (possuir um prazo para ser atingida): não existe meta sem prazo. Por isso, você vai precisar definir uma data específica para que ela seja atingida.

E se você quiser saber mais sobre essa metodologia, eu tenho um artigo completo aqui no blog: Metas SMART: o que são e como usá-las no seu negócio digital?

Elaborando o plano de ação

Com os objetivos e as metas definidas, você pode iniciar a elaboração do plano de ação para que os resultados esperados sejam alcançados. 

Nesse caso, é necessário definir a estratégia que será adotada e depois desmembrá-la nas ações que serão efetivamente colocadas em prática pelos membros da empresa.

E para isso, você pode utilizar o método 5W2H.

Por exemplo:

5W2H
Fonte: Endeavor.

Compromisso com a execução

Depois que você colocar o planejamento estratégico em prática, é necessário avaliar os resultados das ações. 

Para isso, você pode definir os principais indicadores de desempenho para auxiliar no processo de monitoramento.

Além disso, é essencial lembrar que a estratégia deve fazer parte da rotina da empresa, servindo como um GPS para o alcance do sucesso.

Por isso, o ideal é que sejam definidos ciclos de acompanhamento e revisão do planejamento.

E qual a periodicidade ideal para realizar esse monitoramento?

A resposta a esta pergunta vai depender do nível de maturidade do seu negócio. Assim, empresas mais maduras podem utilizar ciclos de anos para revisar a estratégia.

No entanto, em negócios menores e que ainda estão em fase de crescimento, a recomendação é de que estes ciclos sejam realizados entre 4 a 6 meses. 

Além disso, o mercado de empreendedorismo digital está em constante transformação, e mudanças ocorrem em uma velocidade maior do que aconteceria em modelos tradicionais.

Dessa forma, ao definir um período de tempo mais curto, é possível mudar a rota com maior agilidade caso o plano não esteja gerando os resultados esperados.

Qual é o melhor momento para criar o planejamento estratégico de uma empresa? 

Apesar da ideia de que os melhores momentos para se construir um planejamento seriam os períodos de início e final de ano, é preciso compreender que a elaboração da estratégia é um processo cíclico.

Por isso, não existe uma data mais propícia para a elaboração.

Assim, se você ainda não tem um planejamento estratégico, o melhor momento é agora.

Então não perca tempo e coloque a mão na massa!

Quem precisa participar da construção do planejamento?

Este é um ponto que gera grandes falhas no processo de elaboração da estratégia.

Durante a construção do planejamento, é comum que os empreendedores sigam por 2 caminhos:

  • Não convidam nenhum outro colaborador para participar da construção, e assumem a total responsabilidade de elaborar a estratégia;
  • Convidam pessoas que não possuem o conhecimento necessário para contribuir com a definição de uma estratégia assertiva.

Assim, a principal recomendação é: para criar uma estratégia, é preciso da colaboração de pessoas estratégicas na empresa.

Dessa forma, você pode utilizar 3 perguntas para definir quem irá participar do processo:

  • Quem é a pessoa que mais conhece as nossas estratégias já realizadas?
  • Quem são os líderes dos times, e que possuem ligação com a operação da empresa?
  • Quais colaboradores poderiam contribuir com a percepção e tradução da estratégia para os níveis operacionais?

Além disso, não existe um número específico de pessoas que podem contribuir com a elaboração. Por isso, o principal ponto está na definição das pessoas que serão a chave para o processo.

Resumindo, o planejamento estratégico é uma ferramenta de gestão muito importante para que o seu negócio digital saia do papel e obtenha os resultados esperados. Isso porque ele serve como referência para todas as ações que serão executadas na empresa.

Se você quer ficar por dentro das melhores estratégias para impulsionar os resultados do seu negócio digital, acompanhe as dicas que eu compartilho no meu Instagram!

7 Replies to “Planejamento estratégico: o que é e como fazer?”

Deixe seu comentário: