Empreendedorismo, Gestão, Motivação

Intraempreendedorismo: o que é e como estimular na sua empresa

Quer saber como estimular o empreendedorismo e a inovação entre os seus colaboradores? Acesse o meu artigo e descubra o que é o...

· 4 min leitura >
intraempreendedorismo

A inovação é uma mina para o crescimento de diversos negócios, mas também uma das grandes travas para as empresas. Afinal, como estimular a inovação e mentalidade para resolução de problemas entre os colaboradores? 

É aí que entra o intraempreendedorismo.

Neste artigo você vai conhecer o conceito de intraempreendedorismo e aprender como desenvolver essa competência no seu time. 

Boa leitura!

O que é intraempreendedorismo?

Ao formar uma equipe, você não deve buscar apenas o currículo mais adequado ou as melhores experiências, mas você precisa também analisar o perfil do profissional que vai estar fazendo parte do seu negócio.

Afinal, você está contratando uma pessoa que tenha habilidades e atitudes que promovam a inovação e a resolução de problemas, alguém que seja tão empreendedor quanto você mesmo. 

E esse é o conceito do intraempreendedorismo, que representa a atitude de empreender dentro de uma empresa, na qual os colaboradores são estimulados a utilizarem as suas habilidades e ideias do dia a dia do trabalho.

Por que ele é tão importante?

Toda pessoa pode encontrar facilmente um problema dentro da sua empresa. Mas quantas estão dispostas a resolvê-lo? E quantas realmente estão empenhadas a trabalhar por mais e melhores soluções?

Ao estimular o intraempreendedorismo, você está permitindo tanto o crescimento do seu negócio quanto de cada pessoa da sua equipe. 

Dessa forma, ele apresenta alguns benefícios, como:

  • Colaboradores motivados;
  • Retenção de talentos
  • Melhoria na qualidade do ambiente de trabalho;
  • Aumento da produtividade;
  • Sentimento de pertencimento;
  • Saber como identificar e tratar os problemas;
  • Desenvolver o autogerenciamento do time;
  • Desenvolvimento de novos produtos e serviços com menor custo de aquisição.

Por isso, o estímulo do intraempreendedorismo vai gerar mudanças profundas e que se convertem em resultados reais para o seu negócio.

O que é o perfil intraempreendedor?

O intraempreendedorismo garante que a inovação seja constante, e vire um hábito dentro da empresa. 

Mas uma pergunta importante que você deve estar pensando é: como formar intraempreendedores?

O primeiro passo é conhecer o perfil de seus colaboradores, pois assim você conseguirá enxergar os pontos fortes a serem estimulados e os desafios que você poderá trabalhar com ele através do incentivo a capacitação. 

O perfil de um intraempreendedor é caracterizado por  5 elementos:

  1. Proatividade;
  2. Pensamento crítico;
  3. Inovação;
  4. Motivação;
  5. Iniciativa.

Dessa forma, todas essas características acompanham uma vontade enorme do colaborador em ver suas ideias se tornando realidade e fazem crescer os sentimentos de respeito e reconhecimento.

Proatividade

Está ligada a uma atitude de antecipação por parte de um colaborador. Envolve uma percepção ampla das situações e uma tomada de ação que evite ou solucione desafios com antecedência.

Assim, um membro proativo está sempre buscando alternativas para otimização dos produtos e serviços da empresa sem que ninguém te peça nada.

Pensamento crítico

Um time de colaboradores capaz de refletir pode tomar decisões de maneira analítica e diminuir os riscos diante de decisões estratégicas para o negócio. 

Além disso, pessoas com pensamento crítico têm maior facilidade para identificar falhas e desenvolver soluções mais estruturadas.

Inovação

A inovação está ligada ao método de desenvolver mudanças através de novas ideias. 

Mas é importante lembrar que inovação não significa reinventar a roda.

Assim, ela está muito mais ligada a uma solução que ainda não foi aplicada, do que a um processo totalmente único e exclusivo.

Motivação

A motivação no perfil intraempreendedor está ligada a um sentimento positivo que estimula o alcance de resultados.

Uma cultura de valorização fomenta motivação no time de colaboradores. 

Assim, os resultados dessa motivação podem ser percebidos em desenvolvimento de alta performance dentro de sua equipe.

Iniciativa

A tomada de iniciativa está ligada a propor uma contribuição de valor e criar oportunidades a partir disso. Todo empreendedor ou intraempreendedor de sucesso deve ter iniciativa, pois só assim é possível dar espaço para novas ideias. 

Como estimular o intraempreendedorismo?

Desenvolver o intraempreendedorismo não é algo feito da noite para o dia.

Ele é um processo de mudanças que precisa ser aplicado aos poucos na empresa.

Por isso, não espere que colocar essa atitude num quadro na parede vai gerar agum resultado. É preciso implantar mudanças reais e verdadeiras para que ele seja desenvolvido voluntariamente pelos colaboradores.

Assim, existem algumas práticas que estimulam o intraempreendedorismo, como:

  • Empoderamento: estimule o sentimento de dono em seus colaboradores. A horizontalização da gestão reforça o empoderamento e dá mais espaço para os integrantes do time tenham atitudes em favor do crescimento da empresa.
  • Colaboração saudável entre componentes do time: fazer uma equipe trabalhar unida em prol de um bem comum é um desafio, mas em um ambiente onde todos se sentem ouvidos e reconhecidos isso se torna menos complexo.
  • Diversidade: A heterogeneidade do time de colaboradores deve sempre ser encarada como uma oportunidade para o florescimento de novas ideias.  
  • Plano de benefícios e recompensas: O sentimento de pertencimento e a valorização dos colaboradores passa também por um plano de gestão de benefícios claro. Participação nos ganhos da empresa é um exemplo cada vez mais difundido entre as empresas que estimulam o intraempreendedorismo.

Intraempreendedorismo: cases de sucesso

Muitas empresas de diferentes nichos de mercado já apostam no intraempreendedorismo há algum tempo. 

Por isso, eu separei aqui 2 cases de sucesso para você entender na prática o quão poderoso é o intraempreendedorismo.

DreamWorks

Na famosa empresa cinematográfica, existe um programa de estímulo à criatividade onde todos os colaboradores podem propor ideias para os projetos de longas-metragens da DreamWorks.

A empresa de animação tem um forte plano de investimento em capacitação de seu time, desenvolvendo novos artistas e retendo talentos. Além disso, também estimula a mentoria interna, se consolidando como um grande celeiro de talentos.

Google

A Google é sempre lembrada como um exemplo de sucesso de intraempreendedorismo, já que não é de hoje que a empresa incentiva seus funcionários a dedicarem 20% do seu tempo de trabalho para projetos pessoais.

Um dos mais famosos resultados que essa prática gerou para a empresa foi a ferramenta Gmail. 

O grande diferencial dessa inovação criada por Paul Buchheit foi aliar o sistema de busca do Google à ferramenta de correspondência online.

Exemplos como o da DreamWorks e da Google mostram o grau de retorno que um programa de intraempreendedorismo pode trazer para o seu negócio. 

Seja no desenvolvimento de novos produtos e serviços ou na melhoria da produtividade dos colaboradores, estimular a inovação, autogerenciamento e criatividade do seu time pode ser um diferencial de sucesso.

Agora que você já sabe a importância do intraempreendedorismo e como implantá-lo em seu negócio, que tal continuar se informando sobre as tendências do mercado e receber dicas para desenvolver seu espírito empreendedor? Acompanhe o meu Instagram e fique por dentro das novidades do mercado digital.

Deixe seu comentário: