Gestão, Notícias

Distribuição de lucros: o que é e como ela deve ser feita

Você sabe o que é a distribuição de lucros e como ela pode ser feita da forma correta na sua agência? Confira...

Escrito por Rafael Carvalho · 4 min leitura >
gráfico de distribuição de lucros

Seja para sócios ou colaboradores, o momento da distribuição de lucros é uma ação importante dentro da gestão estratégica de uma empresa.

Mas mesmo empreendedores mais experientes têm dúvidas de como realizar a distribuição de forma correta e sem prejudicar a saúde financeira do negócio.

Por isso, reuni neste artigo algumas informações importantes sobre como fazer da maneira certa a distribuição de lucros e ainda listei algumas dicas para garantir que você não tenha dor de cabeça na hora de realizar essa tarefa. Boa leitura!

O que é distribuição de lucros?

Seja para quem está começando a empreender ou para empreendedores que desejam profissionalizar a gestão dos seus negócios, uma das etapas que requer mais atenção é a distribuição de lucros.

Quando me refiro à distribuição de lucros, estou falando sobre os dividendos destinados aos sócios, investidores e colaboradores a partir de uma participação financeira na empresa.

Por exemplo, se você abriu a sua empresa abriu sua agência junto a mais dois sócios, mas você detém 50% da participação e os outros dois compartilham 25% cada uma dessas porcentagem são levadas em consideração na hora da distribuição do lucro líquido.

Mas é bem comum que as pessoas também confundam distribuição de lucros e o pró-labore.

Porém, enquanto a distribuição de lucros tem a ver com a participação nos dividendos, o pró-labore é um salário pago a sócios com função ativa na empresa e sofre incidência de INSS e IRPF.

É por isso que você, empreendedor, nunca deve visualizar o lucro como o seu valor “merecido” depois de um período de trabalho. Lembre-se que a sua empresa também precisa manter uma gestão financeira com regras e separações claras para que não sofra no futuro.

Existem regras para distribuição de lucros?

Sim, uma distribuição de lucros não é feita de qualquer forma. Antes de tudo é necessário sempre se guiar pelo contrato social da empresa e conhecer as regras de distribuição de lucros.

Por exemplo, empresas que tem algum tipo de débito tributário não podem realizar a distribuição de lucros. Isso porque, relembrando o conceito de lucro, ele é o valor que “sobra” das suas receitas depois que você quitou todas as despesas e dívidas do período.

E se você já está devendo algum valor ao governo, a lógica seria que primeiro a empresa quite essa dívida e somente depois distribuir os lucros, não é mesmo? É por isso que a distribuição não é permitida a empresas com esse tipo de débito.

5 dicas de como fazer a distribuição de lucros sem ter dores de cabeça

Agora que você já sabe o que é distribuição de lucros e conhece as regras para que essa ação seja realizada, eu separei algumas dicas para garantir que você não tenha nenhuma dor de cabeça na hora de realizar a distribuição. Confira:

1. Fique atento ao regime tributário

Antes de realizar a distribuição de lucros, é muito importante que você conheça os regimes tributários e saiba com a sua empresa está enquadrada.

Isso porque, se sua empresa está dentro da regra do Simples Nacional, por exemplo, a base de lucros está na Demonstração do Resultado do Exercício, o DRE.

E seja para realizar ações baseadas em lucro presumido ou lucro real, essa documentação precisa estar apurada e incluir o balanço patrimonial da empresa.

Por isso, fique sempre atento ao planejamento tributário do seu negócio para que a distribuição de lucros também não se torne onerosa.

2. Conte com o serviço de um contador

Mesmo que você tenha uma experiência prévia com a distribuição de lucros, é muito importante que você conte com o serviço de um profissional de contabilidade.

Até porque, para realizar a distribuição é muito importante que uma escrituração contábil seja feita para assegurar os valores do lucro envolvido na partição.

Ter um contador para realizar esse serviço também é importante para garantir que tudo seja realizado dentro das normas tributárias e a distribuição de lucros seja realizada corretamente.

3. Faça o registro de toda distribuição de lucros

Outra dica básica sobre distribuição de lucros é sempre documentar todas as retiradas de dividendos, independente da incidência ou não do Imposto de Renda na Fonte.

Por isso, registre sempre essa ação como uma saída do caixa da empresa, podendo inclusive identificar como uma um lucro distribuído.

Isso garante o compliance financeiro da sua empresa e evita desgastes futuros com relação ao caixa do negócio.

E uma dica extra é sempre ter um canal de diálogo franco com os sócios e investidores, porque, no final das contas, o mais importante é que a empresa consiga se manter saudável financeiramente.

4. Confira sempre o que foi definido no contrato social

Uma dica fundamental seja feita corretamente é sempre se manter dentro do que foi estipulado no contrato social da empresa.

Na verdade, esse deve ser sempre o primeiro passo na hora de realizar esse cálculo. Isso porque foi no contrato social que os percentuais de distribuição foram registrados.

Na hora de documentar a sociedade, todos os sócios devem estar de acordo com as regras que envolvem a distribuição dos dividendos.

Além disso, é importante que no contrato conste também de quanto em quanto tempo a distribuição de lucros deve ser realizada. Assim, evita retiradas em momentos inadequados para a empresa.

5. Cuide do seu fluxo de caixa

Quando falo de distribuição de lucros, automaticamente penso que uma empresa que consegue compartilhar dividendos entre colaboradores e sócios é uma empresa com um bom planejamento estratégico.

E um dos passos mais importantes para deixar esse planejamento estratégico das finanças em dia é a boa e velha atenção ao fluxo de caixa.

Cuidar do fluxo de caixa é uma ação de gerenciamento básica, mas que muitas vezes é subestimada e pode impactar fortemente em diversas áreas do negócio, incluindo na distribuição de lucros.

Por isso, invista em uma plataforma digital para centralizar suas vendas e ter um maior controle sobre as entradas e saídas do seu negócio.

Como você deve ter percebido, antes de fazer a distribuição de lucros existem diversas etapas de planejamento que você deve estruturar na sua empresa.

Pensando nisso, eu listei alguns conteúdos especiais que com certeza vão lhe auxiliar nessa jornada de profissionalização da gestão do seu negócio. Confira:

Escrito por Rafael Carvalho
Rafael Carvalho atua no mercado de marketing digital, educação online e infoprodutos desde 2011. Autor best-seller do livro Paixão S.A., ele também foi vencedor do prêmio Empreendedor de Sucesso, da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios. → Siga-me no Instagram @eu.rafaelcarvalho. Profile

Deixe seu comentário:

plugins premium WordPress