Empreendedorismo

6 dicas para começar a empreender do zero

Você tem uma ideia de negócio, mas não sabe como dar o próximo passo. Que tal conhecer dicas essenciais para empreender do...

· 4 min leitura >
6 dicas para começar a empreender do zero

Você tem uma ideia de negócio, mas não sabe como proceder para colocá-la em prática. Fique tranquilo! Isso acontece com muitos empreendedores. Então, que tal aprender como empreender do zero?

Neste texto, separei várias dicas que podem te ajudar a fazer o planejamento do seu negócio. Assim, você consegue colocar no papel todas as informações que orientarão o dia a dia da sua empresa. Vamos lá!

Como começar a empreender?

Empreender do zero não é uma tarefa simples, mas é imprescindível que você comece esse processo pelo planejamento do negócio. Assim, fica mais fácil colocar em prática a sua ideia e conseguir o sucesso esperado. Pensando nisso, separei algumas dicas que podem te ajudar nesse planejamento. Continue a leitura e confira!

1. Invista em capacitação

O primeiro passo para começar a empreender é avaliar se você tem as habilidades e as competências necessárias para isso. Você não precisa ser bacharel em Administração de Empresas, mas é importante que tenha conhecimento sobre o funcionamento de uma organização.

Normalmente, quem decide empreender tem muito conhecimento técnico na sua área de atuação. Por isso, é necessário investir em capacitação para aprender a abrir e a administrar a sua própria empresa. Portanto, conhecimentos sobre gestão, marketing, logística, produção, comercial, financeiro, entre outros, são imprescindíveis. 

Para isso, você pode fazer cursos online, mentorias, consultorias, graduação, especializações, cursos técnicos, cursos livres, entre outros. 

Assim como frequentar feiras, congressos, palestras, entre outros eventos para fazer networking. Dentre essas opções a mentoria é uma ótima escolha, já que você pode ter acesso a uma pessoa que tem muita experiência em empreendedorismo para compartilhar.

2. Analise o mercado

Na sequência, é importante fazer a análise do mercado para identificar quais são as oportunidades e as ameaças proporcionadas pelo ambiente externo. Dessa forma, você consegue entender como funciona o mercado que você pretende atuar, bem como o comportamento da concorrência.

Para tanto, faça pesquisas na Internet, fale com potenciais clientes, converse com outros empresários, entre outras ações. Além disso, você pode utilizar ferramentas de gestão para ajudar no processo, como a Matriz SWOT, o Modelo das 5 Forças de Porter, entre outras.

Assim, fica mais fácil identificar qual é a melhor ideia de negócio para investir. Por exemplo, você pode ter uma ideia inicial, mas na pesquisa de mercado pode concluir que ela não é viável. Por isso, é essencial fazer essa análise antes de começar a estruturar o seu negócio.

3. Conheça o público

Além de estudar o mercado, é essencial conhecer o público que você pretende atender. Dessa forma, é possível entender as características, as necessidades, os desejos, as objeções e as dores das pessoas e criar o perfil do seu cliente ideal.

Atenção! Nunca comece o seu negócio sem essas informações em mãos, caso contrário o seu empreendimento correrá o risco de não dar certo. Lembre-se de que você precisa saber quem tem a necessidade de comprar o seu produto ou serviço. 

Já que se não existir um público para a sua ideia de negócio, provavelmente, você não conseguirá alguém para comprar as suas soluções. Por isso, preste atenção nas dores e nos desejos para desenvolver um produto ou serviço que seja útil ou, ainda, que possa revolucionar a vida da persona.

4. Defina os objetivos

Afinal, qual é o seu principal objetivo ao abrir esse negócio? É importante responder essa pergunta antes de continuar a desenvolver o planejamento do seu empreendimento. Essa resposta tem relação direta com o estudo do mercado e do público-alvo.

Normalmente, quando você decide criar um negócio já existe uma ideia inicial, mas somente após esses estudos é possível se certificar de que ela é viável. A partir desse momento, você consegue criar o seu objetivo.

Essa informação será a base para a elaboração da sua missão, visão e valores, bem como vai direcionar o seu planejamento estratégico. Lembre-se de que essas diretrizes ajudarão na correta administração do seu negócio.

5. Defina os produtos ou serviços

Após conhecer o mercado e o público, bem como definir o seu objetivo, é o momento de desenvolver o seu produto ou serviço. Para tanto, você pode utilizar o MVP (Produto Mínimo Viável). Nesse caso, você cria um protótipo da sua solução com base nas suas pesquisas para analisar a viabilidade dela diante do mercado.

Essa é uma forma simples de validar a sua ideia de negócio antes do lançamento oficial. Assim, você consegue verificar a aceitabilidade do público em relação ao seu produto ou serviço, pois é necessário entregar algo que atenda às suas necessidades. 

Além disso, esse processo pode te ajudar a fazer melhorias que ampliarão as suas chances de ter sucesso no mercado. Já que você vai conseguir testar as principais funcionalidades na prática. 

6. Defina o modelo de negócios

O modelo de negócios representa a definição de como a empresa pretende entregar valor aos seus clientes, ou seja, ele indica como a empresa vai atuar no seu mercado. Esse conceito é diferente do plano de negócios, já que o plano é um documento detalhado que visa a descobrir a viabilidade do negócio.

A principal maneira de construir o modelo de negócios é utilizando o Canvas. Essa ferramenta é composta pelos seguintes itens: parcerias chave, atividades chave, proposta de valor, recursos chave, relações com o cliente, segmentos de mercado, canais, estrutura de custos e fontes de renda.

Dessa forma, você consegue descrever o seu negócio, bem como visualizar todo o seu funcionamento antes de colocá-lo em prática. Assim, fica mais fácil detectar possíveis problemas e ajustá-los com antecedência.

Dica bônus: Invista em marketing digital

Se você pretende começar um negócio do zero, tenho uma dica bônus. É imprescindível ter uma presença online ativa. Isso mesmo! Atualmente, as pessoas ficam muitas horas na Internet, seja trabalhando ou se divertindo. Por isso, é muito importante que você esteja neste ambiente.

Além disso, quem não é visto, não é lembrado. Então, por meio da Internet é possível ampliar muito o alcance do seu público. Isso vai ajudar muito a sua empresa no processo de entrada no mercado.

Para isso, deve-se criar um site, um blog ou uma página nas principais redes sociais. Assim como você precisa aplicar estratégias de marketing digital para conseguir atingir o seu público. Nesse caso, produzir conteúdo relevante é uma ótima opção, desde que você leve em consideração as dores, os desejos e as objeções da persona nesse processo.


Agora que você já sabe como iniciar o processo para empreender do zero, não perca tempo! Deixe o medo para trás e invista na sua ideia de negócio. Muitas pessoas deixam uma oportunidade passar por receio de não dar certo, mas você somente vai descobrir se tentar.Gostou das dicas? Então, aproveite para ler o post sobre as 08 características indispensáveis para um empreendedor.

Deixe seu comentário: