Gestão

Plano de sucessão em agências: o que é e como criar

Quer saber o que é e como o plano de sucessão pode ser aplicado na sua agência digital? Confira tudo neste artigo!

· 4 min leitura >
Frase para fazer um Plano de Sucessão

Um dos grandes desafios nas agências em crescimento ou que já estão consolidadas no mercado é não apenas a retenção dos seus talentos, mas a formação de novas lideranças que possam fazer parte do plano de sucessão.

Esse tipo de movimento requer planejamento estratégico, investimento em carreiras intraempreendedoras e saber qual o momento certo de passar o bastão.

Mas você sabe qual o melhor caminho para realizar esse importante passo? Neste artigo, vou explicar o que é um plano de sucessão e como realizá-lo para garantir a evolução da sua agência.

Boa leitura!

O que é um plano de sucessão?

O plano de sucessão em uma agência faz parte de um planejamento estratégico que visa desenvolver novas lideranças para ocupar os lugares de decisão.

Para que isso seja possível, é necessário identificar e desenvolver as competências individuais de colaboradores que demonstram qualidades para ocupar posições.

Diferença entre plano de sucessão e plano de carreira

Enquanto um plano de sucessão está relacionado a identificar e desenvolver colaboradores para ocuparem cargos decisórios na agência, um plano de carreira é uma ferramenta de orientação de desenvolvimento pessoal do componente de um time.

Embora não seja a mesma coisa, ao estimular seus colaboradores a traçarem um plano de carreira, é possível identificar os passos estratégicos que cada um está buscando e analisar as possibilidades de promoção dentro da agência.

Isso também exige que você conheça aspectos profundos do seu time e aprimore os processos de retenção de talentos.

Mais adiante eu vou explicar alguns dos principais benefícios da construção de um plano de sucessão para sua agência, mas agora vou detalhar os objetivos da implementação desse plano.

Quais os objetivos de um plano de sucessão?

Um plano de sucessão é uma maneira eficiente de identificar possibilidades de fortalecimento da cultura da empresa e desenvolver os colaboradores os negócios. Além disso, é uma etapa crucial para garantia de continuidade de bons resultados.

Uma boa analogia para entender um plano de sucessão é pensar sobre uma prova olímpica de revezamento no atletismo.

Todos que formam um time de nível olímpico possuem um grande nível de treinamento e capacidades reconhecidas. Mas se não houver sincronia e preparação, tudo pode ir por água abaixo na hora da passagem do bastão.

Uma passagem rápida e precisa é uma demonstração de eficiência e pode fazer a diferença para alcançar um lugar no pódio. Mas se não houver uma boa transição e o bastão cair, todo o time sofrerá as consequências.

A seguir, eu vou destacar alguns pontos importantes para mostrar o porquê é tão importante realizar um plano de sucessão para sua agência.

Qual a importância de criar um plano de sucessão?

Criar um plano de sucessão é antes de tudo pensar a longo prazo, especialmente quando o assunto é fazer com que sua empresa não sofra os efeitos de uma grande dependência da sua presença.

Mas além disso, existem diversas vantagens que podem ser aproveitadas a partir do desenvolvimento de um plano de sucessão.

Para que você possa visualizar melhor esses benefícios, detalhei alguns deles e você pode conferir a seguir.

Retenção de talentos

Muitas vezes o futuro das posições estratégicas da sua agência está dentro da sua empresa. Mas para aproveitar essa oportunidade é preciso acompanhar o desempenho do time.

Ao criar um plano de sucessão e estimular o desenvolvimento de carreiras na agência, você passa uma mensagem de segurança e confiabilidade que estimula ainda mais o engajamento dos colaboradores.

Além disso, ter um trabalho consistente de retenção de talentos ajuda a eliminar os custos de processos de recrutamento, melhorando também os índices de rotatividade da sua agência e fortalecendo a imagem do seu negócio entre seus colaboradores e no mercado.

Fortalecimento da cultura da empresa

Criar uma cultura consistente não é um processo simples, mas é um dos principais pontos estratégicos para o crescimento em longo prazo de um negócio.

A criação de um plano de sucessão ajuda a fortalecer a cultura implantada e a alcançar os objetivos traçados com maior facilidade, pois evita grandes reajustes de rota.

Previsibilidade dos processos

Outro ponto importante a ser levado em consideração é o estabelecimento de uma previsibilidade dos processos.

Isso significa que, ao pensar em pontos estratégicos, que incluem o desenvolvimento pessoal do seu time, as ações necessárias e os resultados esperados ficam mais previsíveis, o que é essencial para o crescimento da agência.

Crescimento do negócio

Todo empreendedor quer ter um legado, deixar uma marca no mercado e até mesmo marcar positivamente a história de seus colaboradores.

E uma maneira sólida de realizar esse feito é tornando sua agência um negócio com grandes resultados.

Muitas empresas afundam por não ter um planejamento de longo prazo e por ter líderes que focam no microgerenciamento de tarefas.

Sendo assim, um passo importante rumo ao sucesso é pensar na sua agência como espaço de renovação e dinamismo, capaz de enfrentar transformações e ainda se manter consistente. E isso é possível com a criação de um plano de sucessão.

Como implementar um plano de sucessão?

Para realizar um plano de sucessão é preciso criar alguns processos baseados em coleta e análise de informações que permitam acompanhar de forma eficaz o desempenho dos membros do seu time.

A partir daí, você pode realizar um mapeamento das ações de cada pessoa e também construir mecanismos de fortalecimento da cultura da empresa.

Para facilitar o seu processo, criei um checklist para implementação de plano de sucessão que você pode conferir abaixo. Veja:

  1. Trace objetivos claros;
  2. Identifique as posições que necessitam de sucessão;
  3. Fique mais perto do time e analise as preferências, habilidades e envolvimento com a empresa;
  4. Invista em capacitação;
  5. Construa uma política de retenção de talentos.

O plano de sucessão faz parte de uma estratégia de gestão de pessoas. Por isso, ele deve estar conectado com outros objetivos estratégicos para que possa funcionar da melhor forma.

E para lhe auxiliar ainda mais nessa jornada, listei alguns dos meus principais artigos sobre gestão que podem fazer a diferença no seu negócio. Confira:

Deixe seu comentário: