Marketing, Vendas

Smarketing: o que é e qual a importância para a sua agência

Com problemas em alinhar os setores de vendas e marketing na sua agência? Conheça a estratégia de smarketing e saiba como ela...

· 4 min leitura >
equipe unida simbolizando o smarketing

Você percebe que a área de vendas e marketing não conversam? Que o discurso trabalhado pela empresa nas redes sociais é diferente da área comercial? Que o tom de voz dos setores não está em sintonia? Então você precisa conhecer o smarketing.

Essa é a estratégia que vem para criar uma maior conexão entre as áreas de atração e fidelização dos clientes, resolvendo um problema bastante comum nas agências digitais: a falta de alinhamento entre os setores.

E se você ainda não conhecia essa estratégia, quer saber se ela é mesmo para a sua empresa e como aplicá-la, então está no lugar certo.

Aqui eu vou te explicar todos esses pontos com exemplos bem práticos. Continue por aqui e aproveita o conteúdo!

O que é smarketing?

O nome da estratégia veio da junção entre sales e marketing. Assim, ela tem o objetivo principal de estabelecer um discurso alinhado entre essas áreas, desenvolvendo um planejamento integrado para os setores.

Essa necessidade vem do problema que nem sempre as áreas conseguem “conversar bem” e manter uma visão clara sobre o que é preciso para atrair e fechar novos contratos. Isso porque enquanto o time de marketing está focado em estabelecer uma comunicação com a persona, o time de vendas pode estar trabalhando com uma outra realidade.

Assim, alguns argumentos podem ser levantados pelos dois setores:

  • “O comercial promete coisas que não fazemos”;
  • “O marketing não sabe o dia a dia do mercado”;
  • “A área de vendas não conversa com o nosso tom de voz”;
  • “O marketing não sabe as dificuldades para fechar o contrato”.

E quando a jornada de compra não está bem alinhada, é provável que o cliente passe por todos os estágios, mas quando perceber que aquilo que ele pesquisou não está “batendo” com o discurso do time de vendas, ele acabe desistindo de fechar o negócio.

Assim, quando você leva o smarketing para a sua agência, é possível:

  • Desenvolver processos otimizados;
  • Estabelecer uma comunicação clara entre os times;
  • Melhorar o clima entre os colaboradores;
  • Tomar decisões com maior estratégia;
  • Criar planos mais eficazes;
  • Aumentar a produtividade e qualidade das entregas.

Mas será que todas as agências precisam do smarketing? Veja no próximo tópico.

Toda agência precisa de smarketing?

Depois de entender o que é essa estratégia, você pode estar pensando se todas as agências — incluindo a sua — precisam implantar o smarketing para que as coisas funcionem.

Mas imagina dessa forma: sempre que falamos em gestão e estratégias para empresas, essas estratégias são como remédios de tratamento ou mesmo prevenção a uma doença. Assim, ou você consome o remédio para prevenir o problema ou como uma necessidade emergencial de tratar alguma coisa.

Com o smarketing é da mesma forma.

Por isso, você pode escolher ou não aplicar esse método na sua empresa. Afinal, quando falamos em gestão de agências digitais, não existem fórmulas infalíveis, mas a recomendação de alguns caminhos.

E para decidir, você pode se fazer algumas perguntas:

  • Hoje já temos as áreas de vendas e marketing estruturadas?
  • Quais os principais problemas?
  • As equipes estão integradas?
  • Já perdemos clientes ou contratos por falha na comunicação?
  • Conseguiríamos implantar o smarketing agora?
  • Quais recursos seriam necessários?
  • A equipe está aberta a isso?

Quais os erros ao implantar o smarketing?

Não compartilhar os objetivos

Se você chegar com um planejamento de implantação do smarketing e apenas apresentar para os times o que vai acontecer, você estará construindo a primeira barreira para que o plano não dê certo.

Quando você mexe com as estratégias dos times sem questioná-los, eles irão criar obstáculos para impedir as mudanças.

O ideal é fazer o compartilhamento de todos os objetivos desde o início, questionando e solicitando a participação dos líderes e colaboradores.

Privilegiar uma das áreas

Quando estamos falando da integração entre duas áreas que já podem apresentar uma certa competitividade interna, todos os passos devem ser feitos com cautela.

Por isso, sempre observe se um dos times está recebendo maiores privilégios ou sendo penalizado de alguma forma.

Aqui, o objetivo é fazer com que os setores possam conversar e trabalhar em equipe, direcionando as energias da competitividade interna para a elaboração de ações e planos de melhoria.

Não considerar o perfil dos colaboradores

Se você vai contar com a participação da equipe na elaboração da estratégia, é preciso entender qual o perfil do seu time. Afinal, assim como o seu cliente, cada colaborador é movido por necessidades e objetivos diferentes.

Dessa forma, o ideal é estudar o perfil da equipe e buscar entender quais as melhores ações para aplicar no processo de implantação, fazendo com que todos possam contribuir e manter o engajamento.

Como aplicar o smarketing na sua agência?

1.    Planejamento

Agora as áreas vão precisar deixar a visão separada de lado e desenvolver uma percepção alinhada. Para isso, um dos primeiros pontos é fazer a revisão dos processos dos setores e definir em quais pontos pode ser feita a integração.

Outro ponto é revisar os documentos utilizados pelos times.

  • Será que o briefing do marketing tem todas as informações necessárias?
  • O comercial conhece o planejamento de marketing para a empresa?
  • As campanhas estão alinhadas?
  • O atendimento está por dentro do que está sendo divulgado?

As respostas para estes pontos ajudarão a entender onde e como os processos podem ser alterados e um planejamento de integração possa ser desenvolvido.

2.    Tecnologias integradas

Além de criar um planejamento integrado entre as áreas, é importante definir quais recursos farão com que as comunicações se mantenham alinhadas. E isso por ser feito por meio de ferramentas de colaboração.

Assim, as equipes estarão com o acesso aos mesmos dados e informações, possibilitando a realização de análises conjuntas e a criação de ações alinhadas.

3.    Metas compartilhadas

Se o objetivo é integrar os times, as metas também precisam ser alinhadas. E mais uma vez, é preciso ter cuidado com a competitividade interna.

A criação de metas compartilhadas vai permitir que as equipes passem a se perceber como um único time. Assim, isso vai estimular a comunicação e o trabalho em equipe, pois um objetivo compartilhado precisa ser alcançado.

Você vai perceber que o smarketing pode gerar diversos benefícios para o seu negócio, mas que nem sempre ele será fácil de ser aplicado. Mas como tudo no empreendedorismo, é preciso ter paciência e testar até encontrar a melhor “receita” para a sua empresa.

E se você quiser saber mais sobre vendas e estratégias para agências, confira estes artigos:

Deixe seu comentário: